Novum Canal

mobile

tablet

AHRESP adverte que padarias e pastelarias estão a ser “excluídas do acesso ao programa Apoiar” (C/ Vídeo)

Partilhar por:

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP)  adverte, no seu boletim diário, que muitas empresas de padaria e pastelaria estão a ser “automaticamente excluídas do acesso ao programa Apoiar”.

“Muitas empresas de padaria e pastelaria estão a ser automaticamente excluídas do acesso ao programa APOIAR, que avalia a elegibilidade das empresas através do CAE principal. No setor da restauração e similares, apenas são consideradas as empresas que tenham atividade principal inserida no CAE 56, o que não é o caso dos negócios de padaria e pastelaria com fabrico próprio, em que a CAE 56 muitas vezes é a secundária”, refere a associação em nota enviada ao Novum Canal.

A AHRESP esclarece que urgente rever este critério “discriminatório”.

“Tal como todo o setor, estas empresas foram severamente afetadas pela pandemia Covid-19, sendo urgente rever este critério discriminatório e que não considera a realidade do setor. É importante que o programa APOIAR reforce, de forma universal, a tesouraria de todas estas empresas”, adianta.

A associação informa, também,  que o programa Adaptar esgotou em poucas semanas, “deixando milhares de empresas sem qualquer apoio”, apontando que uma “segunda fase do programa se reveste da maior importância no auxílio à aquisição de material de proteção, higiene e segurança”.

“Lançado no âmbito do Programa de Estabilização Económica e Social (PEES), o programa ADAPTAR 2.0 pretende reforçar a verba atribuída às micro, pequenas e médias empresas que tiveram necessidade de investir na adaptação dos seus estabelecimentos no contexto da pandemia COVID-19. O programa ADAPTAR esgotou em poucas semanas, deixando milhares de empresas sem qualquer apoio, razão pela qual uma segunda fase do programa se reveste da maior importância no auxílio à aquisição de material de proteção, higiene e segurança. Contudo, cinco meses após o anúncio do ADAPTAR 2.0, ainda não foram divulgadas as datas de candidatura. É urgente que este programa seja disponibilizado com a maior brevidade possível, concedendo de forma célere o apoio financeiro pelo qual tantos empresários aguardam, numa fase em que a pandemia avança e se torna vital que todas as empresas sejam apoiadas na minimização dos riscos de contágio e infeção nos seus estabelecimentos”, acrescenta.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!