Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Assembleia da República aprova, por unanimidade, voto de pesar pela morte de Jorge Malheiro

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Paredes

A Assembleia da República aprovou, por unanimidade, o voto de pesar, do CDS-PP, pelo falecimento de Jorge Malheiro.

No voto de pesar, o CDS-PP destaca que entre as inúmeras obras e os inúmeros feitos em prol do seu concelho, umas das suas principais marcas de Jorge Malheiro foi “ter contribuído decisivamente para a elevação de Paredes ao estatuto de Cidade”.

 O voto de pesar do CDS-PP refere que Jorge Malheiro foi um “homem de qualidade e excelência, deixou a sua marca entre os autarcas do CDS, sempre com a consciência do dever de servir e sempre com o intuito de honrar Paredes e todos os seus habitantes”.

Fotografia: Câmara de Paredes

Jorge Maria Fontoura de Queirós Malheiro, nascido a 23 de dezembro de 1940, foi presidente da autarquia de 1977 até 1993.

Jorge Malheiro integrou como n.º 2 a lista vencedora do CDS nas primeiras eleições autárquicas em Paredes, contudo, após a resignação do atual, então presidente Francisco Ribeiro da Mota, assumiu a liderança da autarquia, a qual se prolongou por 16 anos.

Faleceu no passado dia 14 de novembro, aos 79 anos.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!