Novum Canal

mobile

tablet

Amarante acolheu encontro internacional online sobre apicultura

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Amarante

A cidade de Amarante foi palco, esta quarta e quinta-feira, do encontro internacional online BeePathNet, projeto que tem como mote desenvolver a apicultura como atividade económica, relevar o seu papel na monitorização ambiental, na educação ambiental e na alimentação.

A iniciativa contou com a presença de “cinco cidades europeias (Amarante, Budapeste, Bydgoszcz, Cesena e Nea Propontida, a Liubliana, cidade líder do projeto e autora das boas práticas que estão a ser replicadas de forma adaptada”.

A autarquia esclareceu, na sua página online, que o encontro possibilitou dar a conhecer a cidade e o que está a ser desenvolvido no âmbito deste projeto.

Esta quinta-feira, último dia deste encontro virtual, teve lugar uma mesa redonda virtual, tendo como tema o desenvolvimento de produtos agrícolas que contou com a presença de vários parceiros locais, tendo sido moderado pelo Prof. Paulo Russo, da LabApis Utad, e Tiago Ferreira, da InvestAmarante e transmitido na página geral do projeto Beepathnet.

“O BeePathNet é uma rede de transferência de boas práticas do programa URBACT da Comissão Europeia”, refere a publicação da Câmara de Amarante.

Numa mensagem vídeo que o município partilhou na sua página oficial, o presidente da Câmara de Amarante, José Luís Gaspar, assumiu que este encontro permitiu promover a troca de conhecimentos,  foi uma aprendizagem mútua e possibilitou fomentar a troca de boas práticas sobre o mundo da apicultura.

Fotografia: Câmara de Amarante

“O Beepathnet trouxe-nos a oportunidade de sensibilizar a comunidade para a importância das abelhas, trabalhando a consciência ambiental e o respeito pela natureza, assim como dar a conhecer e partilhar formas de apoiar a apicultura e valorizar os produtos da colmeia”, disse, salientando que o encontro foi, também, uma  oportunidade de trabalhar com os maiores interessados no sucesso deste projeto.

“Para Amarante a maior motivação foi valorizar  o trabalho dos apicultores que tem um papel fundamental na preservação das serras. A apicultura merece o nosso reconhecimento. A cooperação e o trabalho desenvolvido tem sido uma mais-valia na partilha de boas práticas e na aquisição de conhecimentos para a cidade. O trabalho colaborativo desenvolve sólidos projetos para futuro”, expressou.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!