Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Instaladas 11 Estruturas de Apoio de Retaguarda no país

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Paços de Ferreira

A Estrutura de Monitorização do Estado de Emergência reuniu, esta terça-feira, por videoconferência, para fazer regular sobre as medidas em vigor no território do continente no âmbito do Estado de Emergência e da recém-criada rede nacional de Estruturas de Apoio de Retaguarda (EAR), determinada pelo Governo no início de novembro e no âmbito do combate à pandemia Covid-19.

De acordo com a informação que consta do site oficial do Governo, já estão instaladas no país  11 dessas estruturas.

Destas 11 estruturas, cinco já se encontram operacionais e em pleno funcionamento, sendo que  três estão instaladas no distrito do Porto: Valongo – Seminário do Bom Pastor; Porto – Pousada da Juventude e Paços de Ferreira – Antigo Hospital de Paços de Ferreira.

Refira-se que a Estrutura de Apoio de Retaguarda de Paços de Ferreira foi inaugurada esta segunda-feira, funciona no antigo Hospital da Misericórdia de Paços de Ferreira, e tem como objetivo libertar camas hospitalares, numa altura em que os hospitais da região enfrentam sérias dificuldades.

Fotografia: Câmara de Paços de Ferreira

Esta unidade tem capacidade para receber até 35 doentes e destina-se a utentes internados em hospitais do distrito do Porto, com a infeção COVID, que, embora tendo alta clínica, não estão negativos.

A nível nacional existe ainda uma estrutura no distrito de Braga, no Hotel João Paulo II e uma no distrito de Évora, na Residência Universitária

De acordo com o Governo, “estas estruturas têm atualmente um total de 46 utentes instalados”.

“Para esta rede nacional de EAR, complementar da rede já constituída pelos municípios, estão identificados 28 locais que cobrem os 18 distritos de Portugal Continental e com uma capacidade máxima para 2.442 utentes”, refere a informação que se encontra publicada na página oficial do Governo que destaca que a criação da rede nacional de EAR tem como propósitos “garantir o apoio a pessoas infetadas com o novo coronavírus sem necessidade de internamento hospitalar e, também, a utentes de lares para pessoas idosas que careçam de apoio específico fora das respetivas instalações”.

A reunião da Estrutura de Monitorização do Estado de Emergência decorreu sob a coordenação do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e contou com as presenças dos  “responsáveis da Guarda Nacional Republicana, da Polícia de Segurança Pública, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, bem como os Secretários de Estado das várias áreas governativas e de coordenação regional”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!