Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Covid-19: Castelo de Paiva avança com novas medidas de apoio social

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Castelo de Paiva

O município de Castelo de Paiva anunciou, esta terça-feira, novas ações com caráter excecional e temporário para o concelho que visam mitigar o efeitos negativos da crise originada pela pandemia no tecido empresarial e no comércio local.

No âmbito a prestação do serviço de abastecimento de água, do serviço de saneamento de águas residuais urbanas e do serviço de recolha e deposição de resíduos sólidos urbanos, o município “vai implementar o tarifa social nas faturas dos meses de dezembro/2020, janeiro e fevereiro de 2021 aos consumidores não domésticos (comércio e indústria)”.

A autarquia anunciou a redução em 50% do valor das taxas da feira quinzenal “devidas pela ocupação dos lugares de terrado na feira quinzenal de Sobrado, relativas aos meses de dezembro/2020 , janeiro e fevereiro de 2021”.

No arrendamento comercial, o município irá reduzir “em 50% do valor das rendas decorrentes do arrendamento comercial de instalações propriedade da Câmara Municipal, relativas aos meses de janeiro, fevereiro e março de 2021”.

A Câmara de Castelo de Paiva anunciou, também, o “desenvolvimento de um programa de apoio ao comércio tradicional em parceria com a “ACI – Associação Comercial e Industrial de Castelo de Paiva” e com o “CLDS – Conselho Local de Ação Social”, enquadrado na quadra natalícia”.

Fotografia: Câmara de Castelo de Paiva

No domínio social, o executivo municipal, chefiado por Gonçalo Rocha,  vai “atribuir um apoio financeiro extraordinário às instituições particulares de solidariedade social correspondente aos meses de janeiro, fevereiro e março de 2021, a distribuir em função das respostas sociais prestadas, número de funcionários e utentes afetos a cada uma das instituições”.

O autarquia irá, também, atribuir à “Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Castelo de Paiva, um apoio financeiro extraordinário correspondente aos meses de janeiro, fevereiro e março de 2021”.

No âmbito dos apoios, o câmara municipal irá proceder à “afetação de colaboradores do município à equipa de Saúde Pública do ACES Vale do Sousa Sul, para trabalharem sob orientação funcional da Delegada de Saúde”.

Criado em comunicado, o presidente da autarquia paivense, Gonçalo Rocha, realçou que a autarquia irá continuar a fazer tudo o que está ao seu alcance para ajudar a população nas suas dificuldades diárias.

O autarca destacou que já aquando da primeira vaga, o município implementou várias iniciativas de apoio à comunidade, no âmbito da “ Reprogramação Orçamental Extraordinária “, sendo objetivo do município reforçar essas medidas sociais.

Recorde-se que, o concelho na aplicação do Estado de Emergência, decretado pelo Presidente da República, está neste momento classificado como de “ Risco Extremo “ na propagação da pandemia, estando sujeito a regras e restrições mais fortes de circulação, uma situação, referiu a autarquia, “que vem penalizando bastante os setores da indústria e do comércio local”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!