Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

GNR recupera ouro no Porto e em Lisboa
Fotografia: GNR

221 contraordenações no primeiro fim de semana de proibição de circulação (C/ Vídeo)

Partilhar por:

Fotografia: GNR

As Forças de segurança levantaram 221 contraordenações no primeiro fim de semana de proibição de circulação.

Segundo o comunicado que se encontra publicado no site do Ministério da Administração Interna, “no âmbito do Estado de Emergência e da Situação de Calamidade em vigor em Portugal Continental, a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) efetuaram, nos dias 14 e 15 de novembro, um total de 221 autos de contraordenação por incumprimento das regras previstas”.

De acordo com o Ministério da Administração Interna destes 221 autos, registaram-se “60 por incumprimento do uso de máscara para acesso, circulação e permanência nos espaços e vias públicas; foram levantados 42 autos por incumprimento do uso de máscara nos estabelecimentos, salas de espetáculos ou edifícios públicos e 33 autos por incumprimento das regras de consumo de bebidas alcoólicas na via pública”.

Ainda segundo o Ministério da Administração Interna, no primeiro fim de semana foram passados “29 autos por incumprimento das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico nos locais abertos ao público, 19 autos por incumprimento do uso de máscara nos transportes públicos, 14 autos por incumprimento do horário de atendimento”.

O comunicado veicula, ainda que “13 autos foram emitidos por incumprimento do horário de encerramento de restaurantes, quatro autos foram passados por incumprimento das regras relativas aos limites de lotação máxima dos transportes públicos, três autos foram passados por incumprimento da realização de celebrações e outros eventos (exceto os autorizados) que impliquem aglomeração de mais de 5 pessoas”.

Há a registar, também, “dois autos por incumprimento das regras de venda de bebidas alcoólicas nas áreas de serviço, um auto por incumprimento da suspensão de acesso ao público dos estabelecimentos de restauração ou de bebidas que disponham de espaços para dança e um auto por incumprimento das regras impostas pela autoridade de saúde”.

Neste período, foram ainda encerrados “51 estabelecimentos e suspensa a atividade de 7 outros estabelecimentos, pelo incumprimento das regras de funcionamento (nomeadamente ao nível do horário de funcionamento ou das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico)”, refere o comunicado que esclarece que foram ainda efetuadas 14 detenções por desobediência às ordens emanadas pelas Forças de Segurança”, sendo que “oito foram por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, duas por desobediência à obrigação de encerramento de instalações e estabelecimentos, uma por  desobediência à regra de proibição de circulação e outra por desobediência às regras de funcionamento na restauração”.

Há ainda a registar “duas detenções, uma por desobediência às regras relativas às atividades físicas e desportivas e a outra por resistência/coação sobre funcionário”.

“O Ministério da Administração Interna enaltece o sentido cívico que os portugueses demonstraram ao longo do fim de semana, em que se verificou o cumprimento generalizado das medidas em vigor, designadamente no que se refere às limitações de circulação”, lê-se no comunicado que realça o trabalho da GNR e PSP.

Fotografia: GNR

“Também todo o efetivo da GNR e da PSP que participou nas operações do fim de semana – e que está desde a primeira hora na linha da frente no combate à pandemia – é merecedor de elogio pela forma exemplar como cumpriu a sua missão. Perante a necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da COVID-19, é essencial dar continuidade ao cumprimento rigoroso das medidas impostas”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!