Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Valongo mantém a iluminação natalícia e reforça apoio ao comércio e aos mais carenciados

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Valongo

A Câmara de Valongo vai manter a iluminação de Natal, num apelo à esperança neste Natal, num ano marcado pela crise sanitária que continua a assolar a região e o país.

A autarquia valonguense informou, em comunicado enviado ao Novum Canal, que ao manter a iluminação natalícia está a estimular a compra no comércio local, sendo, também, seu objetivo reforçar o apoio aos mais frágeis.

Na mesma nota de imprensa, o município avançou que optou por cancelar todas as atividades de animação da quadra natalícia e das Aldeias de Natal (num valor que em 2019 totalizou 75.000 Euros).

Citado em comunicado, o presidente da Câmara de Valongo, José Manuel Ribeiro, realçou que “nestes tempos tão atípicos e difíceis é nossa missão manter acesa a Esperança, preservando simultaneamente a saúde das pessoas e da economia local, e por isso este ano não haverá aldeias de Natal, nem concertos ou outras atividades típicas desta quadra. Mas não podemos desligar o Natal, temos de saber festejar em segurança, e vamos fazê-lo com um grande “abraço de luz” nas cidades de Alfena, Ermesinde e Valongo e nas vilas de Campo e Sobrado”, disse, salientando que o o município irá ter a melhor iluminação natalícia de sempre, “para alegrar as nossas gentes e as nossas freguesias, investindo a três anos e dessa forma reduzindo os encargos anuais, para dar um forte sinal de esperança ao nosso comércio local, um dos setores mais afetados pela pandemia”.

Fotografia: Câmara de Valongo

O chefe do executivo destacou que além da aposta na decoração natalícia em todas as freguesias do concelho, tendo especial incidência nos eixos centrais de Ermesinde e Valongo onde se concentra mais de 70% do comércio local,  o município irá incrementar apoios à economia local que incluem a “suspensão do pagamento dos parcómetros, a manutenção da isenção de pagamento das taxas de esplanadas em 2021, o reforço da linha de informação e apoio aos comerciantes locais sobre medidas nacionais de apoio ao setor do comércio, e o lançamento de uma forte campanha concelhia de apelo à compra no Comércio Local em todas as 5 freguesias do município”.

O presidente da Câmara de Valongo manifestou ainda que com “as verbas não utilizadas da animação natalícia, haverá um reforço do Fundo de Emergência Social para os 150.000 euros (o dobro em relação a 2019). Vamos aumentar também as ajudas à rede de Apoio Sócio Económico do Concelho de Valongo que terá ainda mais capacidade e força para ajudar os mais frágeis”, adiantou o Presidente da Câmara de Valongo, apelando a que “os mais fortes continuem a ajudar a comunidade nesta missão tão nobre e importante de interajuda, identificando junto da rede quem necessita e muitas vezes se inibe de pedir ajuda”.

“No que depender deste executivo, ninguém ficará para trás. Este ano já gastamos aproximadamente um milhão e meio de euros em medidas e apoios devido à Covid-19 e no próximo ano vamos continuar a gastar o que for necessário para vencer esta pandemia, mas não podemos permitir que esta doença se torne ainda mais nefasta do que já é, e nos mergulhe na escuridão e no medo. Temos de continuar a Resistir ao Vírus, demonstrando que com todos os cuidados e cumprindo as regras de saúde pública mantemos a nossa vida individual e coletiva com esperança no futuro”, acrescentou José Manuel Ribeiro.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!