Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Lousada: Áreas protegidas em destaque nas XVI Jornadas do Ambiente (C/ Vídeo)

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Lousada

As “Áreas protegidas com gente dentro” é o mote das XVI jornadas do Ambiente que vão decorrer no dia 28 deste mês, na vila de Lousada.

Segundo a autarquia lousadense, o tema da edição deste ano foi escolhido numa referência à recente classificação da Paisagem Protegida Local do Sousa Superior, no Ano Municipal para a Ação Climática – Lousada 2020.

Ainda de acordo com o município, as XVI Jornadas do Ambiente vão decorrer exclusivamente online, através da plataforma Zoom, realizando-se durante a manhã a abordagem sobre as perspetivas internacionais com a intervenção de Carol Ritchie, diretora-geral da Federação EUROPARC, cujo tema é “Parks  and people across Europe”, que representa centenas de autoridades e áreas classificadas em mais de 40 países de toda a Europa.

O painel da manhã integra, ainda, o tema “Gestão, conservação e promoção de áreas protegidas – diálogos ibero-brasileiras”, apresentado por Ricardo Martins do Laboratório da Paisagem, de Guimarães, que vai apresentar as conclusões do workshop Ibero-Brasileiro sobre Áreas Protegidas, recentemente publicadas em livro.

Fotografia: Câmara de Lousada

A tarde tem início com as perspetivas nacionais, destacando temas como “A construção de uma área protegida. A Paisagem Protegida Local do Sousa Superior”, tendo como orador o vereador do Ambiente do município de Lousada,  Manuel Nunes.

Segue-se a “Gestão de áreas protegidas em áreas de elevada densidade populacional”, palestra apresentada pela Eng. Maria de Jesus Fernandes, da Direção Regional de Conservação da Natureza e Floresta de Lisboa e Vale do Tejo.

O painel irá prosseguir com a conferência “Gestão transmunicipal de áreas protegidas – O Parque das Serras do Porto” por Raquel Viterbo, sendo que a última apresentação da tarde terá como oradora a Eng. Clara Fernandes, do município de Loulé, que vai abordar o tema “Áreas Protegidas Locais e o turismo de massas – As áreas protegidas de Loulé: Rochas da Pena e Fonte Benémola”.

A última parte do evento é dedicada à apresentação do quarto volume da Revista LUCANUS – Ambiente e Sociedade. Os participantes vão receber, posteriormente, um exemplar, por correio.

Citado em comunicado, Manuel Nunes realçou que “face às circunstâncias absolutamente excecionais que enfrentamos, as Áreas Protegidas e o contacto com a natureza e a cultura locais ganham relevância e enfatiza-se a sua importância no cenário de beneficiação da saúde mental e social. Porém, a gestão de áreas protegidas reveste-se de inúmeros desafios, alguns dos quais insuspeitos, desde a própria opinião pública ao financiamento ou às alterações associadas aos ciclos políticos”.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!