Novum Canal

mobile

tablet

Marta Temido relembra que doença não atinge apenas pessoas idosas

Partilhar por:

Fotografia: Direção-Geral de Saúde

A ministra da Saúde, Marta Temido, relembrou, esta quarta-feira, na habitual conferência de imprensa de atualização de dados da pandemia em Portugal, que o novo coronavírus não atinge apenas pessoas de idade avançada, mas também faixas etárias mais jovens.

A ministra responsável pela pasta da Saúde realçou que 33% de indivíduos internados têm idades entre os 40 e os 69 anos e 4% têm menos de 40 anos.

Marta Temido esclareceu que dos casos registados nas últimas 24 horas, os 5891 casos, mais de mil correspondiam a pessoas com idades entre os 40 e os 49 anos e 425 a pessoas com mais de 80 anos.

Fotografia: Direção-Geral de Saúde

“Temos uma situação em que o grupo etário predominante a contagiar-se nestas 24 horas é da faixa entre os 40 e os 49 anos. Há um número significativo de pessoas com uma idade avançada entre os novos infetados e isso é um dado que inspira preocupação”, disse, salientando que com base no relatório de modulação da situação epidemiológica do país do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge Portugal mantém uma taxa de notificação acumulada de 14 dias acima dos 480 casos por 100 mil habitantes e a taxa de incidência a 14 dias por 100 mil habitantes é de 726, 2 casos com variações muito significativas no país.

” Há esta diversidade geográfica, a região Norte tinha 1264 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias de acordo com o dados disponíveis, a região 505 casos por 100 mil habitantes, a região de Lisboa e Vale do Tejo, 498 por 100 mil habitantes, o Alentejo 291 casos por 100 mil habitantes e o Algarve, 265 casos por 100 mil habitantes”, expressou.

Segundo a ministra, o risco de infeção efetiva calculado pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge para os dias 9 a 13 de novembro, apontava para um risco efetivo de transmissão de 1,11 na região Norte.

Marta Temido revelou que “o risco de transmissão parece estar a baixar muito ligeiramente, a aproximar-se no 1”.

“Estando acima do 1 é um aspeto que oferece preocupação”, frisou, salientando que a elevada incidência da doença, isto é, número de novos casos por dia, é motivo de preocupação.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!