Novum Canal

mobile

tablet

Câmara de Gondomar entrega vales a famílias carenciadas para aquisição de bens alimentares

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Gondomar

Arrancou esta semana o período de candidaturas ao “Natal Solidário 2020”, programa da Câmara Municipal de Gondomar que  entrega vales a famílias carenciadas para aquisição de bens alimentares.

Segundo a autarquia, a campanha atribui um “cabaz de Natal às famílias do município em situação de maior fragilidade, sob a forma de vales para a aquisição de géneros alimentares que poderão ser descontados nos estabelecimentos comerciais aderentes ao programa, até ao dia 15 de janeiro”.

“O período de candidaturas decorre de 16 a 27 de novembro, no Balcão Único de Atendimento (com marcação prévia), via correio ou através do Balcão Virtual em https://servicosonline.cm-gondomar.pt/, mediante a apresentação dos documentos de todos os elementos do agregado familiar; cartão de cidadão/bilhete de identidade ou cédula, cartão/n.º Segurança Social, cartão/n.º Contribuinte, cartão/n.º utente (saúde)”, refere a publicação.

Fotografia: Câmara de Gondomar

Na eventualidade de se tratar de um imigrante, a autarquia gondomarense  exige que seja apresentado um atestado de residência e respetivo visto. São, também, exigidos recibos de vencimento, de subsídio de desemprego, de subsídio de doença (baixa médica), de RSI ou de outros rendimentos.

Se se tratarem de elementos em idade ativa é pedido o histórico da Segurança Social, referente a subsídios, e extrato de remunerações, declaração de IRS (Finanças) relativa ao ano de 2019.

É solicitada, também, recibo de renda e contrato de arrendamento, relativo ao mês imediatamente anterior ao da inscrição, tratando-se de habitação alugada, documento/extrato referente a crédito mensal relativo ao mês imediatamente anterior ao da inscrição e Caderneta Predial, tratando-se de habitação própria.

No caso dos desempregados é exigida a declaração do Centro de Emprego, datada do mês em curso ou imediatamente anterior ao da inscrição.

É também solicitada a pensão de alimentos ata de conferência dos progenitores; Fundo de garantia e/ou comprovativo de incumprimento de pensão de alimentos.

Tendo carro/veículo motorizado é pedido o livrete/documento Único Automóvel, assim como a declaração de matrícula (a partir dos 18 anos).

“A não apresentação da documentação obrigatória anexa à ficha de candidatura, implicará a não instrução do processo e consequente caducidade da mesma”, acrescenta a publicação.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!