Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Menos contágios, mas mais mortes. Paços de Ferreira e Lousada, Paredes e Penafiel com incidências elevadas

Partilhar por:

Segundo a Direção-Geral de Saúde (DGS) registaram-se, a nível nacional, nas últimas 24 horas, 3 996 casos confirmados e 91 óbitos, mais 111 internamentos, verificado 11 em unidades de cuidados intensivos.

Segundo o boletim epidemiológico da DGS, a região registou  mais 2063 infeções por Covid-19 e um total de 44 óbitos, sendo a região com mais casos confirmados e liderando também o número de óbitos.

Na região Norte, Paços de Ferreira e Lousada, Paredes e Penafiel continuam com taxas de incidência elevada, registando mais casos por 100 mil habitantes.

Paços de Ferreira lidera a lista de infeções por Covid-19, tendo registado, nos últimos 14 dias, 3698 casos, por 100 mil habitantes, seguindo-se Lousada, com 3362 casos,  Paredes, com 2132 casos por 100 mil habitantes e Penafiel com 2055 casos.

À frente de Paredes e  Penafiel, surgem apenas Vizela e Manteigas.

Felgueiras registou 1719 casos por 100 mil habitantes, Castelo de Paiva surge com 783, Amarante com 1036, Baião com 57 casos por 100 mil habitantes e Alijó com 480.

De acordo com a DGS, Marco de Canaveses registou 1379 casos por 100 mil habitantes, Arouca aparece com 748 casos, Cinfães com 1299 e Valongo com 1019.

Gondomar registou 919 casos, Vila Real surge com 598, Peso da Régua com 514 e Lamego com 289 casos por 100 mil habitantes.

Segundo a DGS “Os valores de hoje resultam de uma mudança no sistema de análise de dados. A diferença diária nestes campos é calculada em relação aos dados do dia anterior. No entanto, os dados cumulativos foram atualizados historicamente, resultando em +4 375 casos confirmados, +13 529 casos recuperados e -9 154 casos ativos. Esta atualização do número acumulado de casos confirmados traduz-se em +2 101 casos na região do Norte, +1 745 casos na região de LVT, +286 casos na região do Alentejo, +163 casos na região do Algarve, +52 casos na região da Madeira, + 29 casos na região do Centro e -1 caso na região dos Açores”.

A Direção-Geral de Saúde esclareceu que a Incidência Cumulativa a 14 dias de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 corresponde “ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada, por concelho, a 31 de dezembro de 2019, pelo Instituto Nacional de Estatística, IP. Habitualmente é expressa em número de casos por 100 000 habitantes. Exemplo: Nos 14 dias anteriores ao dia de análise, 50 casos de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 foram atribuídos a um determinado concelho, com uma população residente de 150 000 habitantes. Incidência cumulativa a 14 dias = (50/150 000) x 100 000 = 33,3 casos por 100 000 habitantes”, refere o comunicado da DGS que esclarece que a classificação é realizada de acordo com as categorias utilizadas pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!