Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Grupo Folclórico de Penafiel celebrou 40 anos na defesa da cultura e tradições

Partilhar por:

Fotografia: Grupo Folclórico de Penafiel

O Grupo Folclórico de Penafiel celebrou de forma simbólica, este domingo, o 40.º aniversário, da instituição, com um convívio online, entre os membros que integram este grupo, um dos mais emblemáticos do concelho e um verdadeiro embaixador na promoção das tradições, usos e costumes do concelho.

Ao Novum Canal, o presidente do Grupo Folclórico de Penafiel, António Oliveira, assumiu que esta foi a comemoração possível, tendo em conta a crise sanitária que continua a assolar a região e o país.

António Oliveira esclareceu que o Grupo Folclórico de Penafiel foi fundado em 1980, por um grupo de apaixonados pelas tradições do concelho, que resolveu dar corpo a um projeto ambicioso e no dia 15 de Novembro, desse mesmo ano de 1980, fundou o Grupo Folclórico de Penafiel.

“Desde então nunca mais parou e todos os que por esta instituição passaram acrescentaram algo de positivo e de engrandecimento. Começamos muito, “verdes” mas fomos pesquisando, recolhendo e com os anos aprendendo muito do que somos hoje em dia, e continuamos a apreender. Ao longo destes anos angariamos sucessos atrás de sucessos, quer pelas representações e divulgação das raízes e cultura da nossa cidade Penafiel, nos quatro cantos de Portugal e além fronteiras, quer pelos eventos que organizamos, quer pela envolvência que temos na nossa comunidade. Hoje o Grupo Folclórico de Penafiel, é uma instituição de sucesso, com um grande estatuto em todo país”, disse, sustentando que é uma responsabilidade acrescida ser presidente de uma das instituições mais nobres do concelho, em especial nesta altura em que muitos são os grupos etnográficos que estão com dificuldades, alguns a atravessar sérias dificuldades económico-financeiras, outros inclusive já desapareciam e outros estão em vias de desaparecer.

Fotografia: Grupo Folclórico de Penafiel

O presidente do Grupo Folclórico de Penafiel declarou, ainda, que a crise sanitária fez adensar a crise económica, mas também o desejo de muitos dos elementos do grupo quererem regressar aos ensaios e às atuações.

“Talvez para o próximo ano consigamos regressar, mas para já, isso afigura-se muito difícil”, disse, assumindo que este foi um ano para esquecer.

“Logo no início do ano tivemos de adiar quase uma centena de atuações e espetáculos”, expressou, realçando que o prolongar da crise económica está a ter um impacto significativo também na saúde e nas finanças dos grupos etnográficos, de uma forma geral.

Em dia de aniversário, António Oliveira aproveitou para agradecer a todos que passaram pelo grupo e aos que aqui hoje estão.

“Queremos agradecer a todos os sócios, patrocinadores e amigos. A todas as entidades, Câmara Municipal , Freguesia de Penafiel, freguesias do concelho que nos apoiam, a comunicação social, que tem um papel relevante neste sucesso. Obrigado Novum Canal”, afirmou.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!