Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Novo formato “Forever 80’S” Celebration” junta música com o melhor do Douro, a gastronomia e cultura

Com um novo formato o “Forever 80’s Celebration” projeto do penafidelense Alberto Barros, mais conhecido por “Berto Boss”, está de regresso e promete não deixar ninguém indiferente.

Com o Douro como cenário, o novo formato do  “Forever 80’s Celebration”,  promete reinventar-se, combinando  temas imemoriais bem conhecidos dos fãs e admiradores deste  evento de palco, com as paisagens idílicas do Douro, dando a conhecer a cultura e a gastronomia desta região.

Ao Novum Canal, Berto Boss, em jeito de antevisão daquilo que será este  “Forever 80’s Celebration”  realçou que o novo figurino do projeto pretende celebrar a vida, transmitir uma energia positiva, numa altura difícil em que a região e o país estão a viver uma crise sanitária, fundindo  a música  com  o que de melhor tem a natureza, neste caso o Douro, e dando a conhecer lugares únicos, que a maioria das pessoas não conhece, o património, a cultura e a gastronomia.

“O Forever 80’s Celebration acontece neste momento porque estamos todos muito abatidos e é preciso arrebitar e nada melhor do que fazermos um percurso pelas zonas do Douro. A vida  é para ser celebrada, não é para estarmos tristes e pensar que esta pandemia nos deitou para canto. Nada disso. Podemos refletir e retirar o que há de bom para aproveitarmos essa energia positiva. Por isso, nada melhor do que ter gravado as belezas do Douro para trazer essa energia contagiante e verdadeira e transmiti-la a todos”, disse, salientando que equipa do Forever 80’s Celebration  aproveitou todas estas paisagens, tendo feito numa fase inicial, três sequências em três lugares.

“Temos de continuar a trabalhar com ânimo. Perdi muitos espetáculos este ano, mas continuei a trabalhar com alegria. A vontade de viver é o que nos faz mover e circular e acreditar que amanhã há um dia melhor”, acrescentou.

Sobre o “feedback” que espera obter dos seus fãs e seguidores, Berto Boss admitiu estar confiante que o novo formato possa ir de encontro às expectativas do seu vasto auditório, confirmando que o projeto é um evento de palco, um DJ sete, que conta com a colaboração de Tommy Guitar,  que está no “Forever 80’s desde 2013, integrando outros artistas.

Berto Boss declatou que os fãs poderão seguir todas as peripécias e incidências deste “Forever 80’s Celebration” através da sua página do facebook e também de um canal específico que vai ser criado para o efeito.

Falando da origem do “Forever 80’s”, Berto Boss declarou que o projeto nasceu em 2013 com a designação “I Love 80´S” num tributo a ter passado a sua juventude e ligação aos anos 80 e 90, projeto que viria posteriormente a designar-se ““Forever 80’s” e que integra, hoje, um naipe diversificado de artistas, Tommy Guitar, bailarinos, artistas convidados, um super décor da década 80 e 90 e efeitos especiais.

Berto Boss realçou que este projeto é, no fundo, um espetáculo transversal, mas, também,  um tributo aos que contribuíram para a sua formação cultural e musical.

Já Tommy Guitar afirmou que o “Forever 80’s” promete trazer novidades, pretende criar emoções e energia, numa altura, em que o país necessita de todos para ultrapassar a fase difícil que estamos a viver.

“Temos grande surpresas para todos. Nesta altura, em que estamos a passar uma fase complexa, temos que estar mais do que juntos, unidos a uma causa, que é continuarmos a trabalhar em força”, atestou.

Além da celebração da música, o projeto combina o que de melhor tem o património histórico  e natural do Douro, dando a conhecer quintas, o turismo, agentes económicos locais que se dedicam à produção de vinho.

Referindo-se ao projeto de Berto Boss, o empresário Luís Barros, da Quinta da Avessada, um negócio de família, que abriu as suas portas há 11 anos, situado no planalto vinhateiro de Favaios, no centro da zona demarcada do Douro, espaço onde se produz Moscatel de Favaios, realçou que “Forever 80`S” vai contribuir para trazer animação à Quinta da Avessada, mas também projetar toda esta região.

“O vinho está  associada à cultura e vinho e música são cultura e o “Forever 80’S” vai trazer uma animação, um entusiasmo aos nossos visitantes, à própria quinta, algo que não tínhamos até ao momento. Acho que com o Berto Boss e toda a sua equipa vão acrescentar valor”, expressou.

Paulo Duarte, da empresa D´Origem Vinhas, com sede em Casal de Loivos, fundada em 2001 e que produz vinhos e produtos da região do Douro, reconheceu que todas estas iniciativas são de salutar.

“Hoje em dia as coisas têm corrido favoravelmente em termos turísticos. Somos um pequeno país, mas diversificado. Em cada região em termos gastronómicos temos coisas distintas. Acho que é tudo uma mais-valia. Os portugueses, por natureza, são simpáticos e todas estas dinâmicas que surjam são de salutar. No fundo é uma forma de divulgar não só o país, mas a região que é aquilo que se está a passar com os diferentes miradouros, onde se fazem estas junções música/paisagens, pessoas e gastronomia”, avançou.

Já o presidente da Junta de Freguesia de Galafura e Covelinhas, José Martins, freguesia onde existe um dos miradouros mais emblemáticos de toda a região duriense, o miradouro de S. Leonardo, confirmou que este projeto é, também, uma forma de dar a conhecer a região demarcada, a mais importante do mundo e antiga, as suas paisagens, assim como os principais pontos de referência da freguesia, a igreja matriz, cemitério mouro e miradouro de S. Leonardo.

Filipe Pinto, presidente da Junta de Freguesia de São Mamede de Ribatua, freguesia portuguesa do concelho de Alijó, referindo-se ao “Forever 80’S”  reconheceu que o projeto vai ajudar a potenciar a freguesia e o miradouro do Ujo, do escultor Laureano Ribatua, um dos locais mais emblemáticos da localidade.