Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Humberto Brito defende que “é preciso um hospital digno e capaz de acudir a esta sub-região e a esta população!”

Fotografia: Câmara de Paços de Ferreira

O presidente da Câmara de Paços de Ferreira, defendeu, esta sexta-feira, numa publicação que fez na sua página pessoal do facebook que o Tâmega e Sousa precisa “um hospital digno e capaz de acudir a esta sub-região e a esta população!”.

Na sua publicação, o autarca pacense critica o centralismo, defende que esta sub-região, rotulada como a mais pobre do país, “continua a ser a cauda do país”, numa clara alusão às fragilidades e assimetrias de que o território, precisou, tem sido alvo ao longo de décadas.

Fotografia: Câmara de Paços de Ferreira

“Quando se vive numa sub-região com um hospital que é uma miniatura para a população que serve! 500 mil pessoas!!! Quando se vive numa sub-região que é a mais pobre de Portugal não obstantes os sucessivos quadros comunitários que deviam servir para combater as assimetrias e apoiar as regiões mais desfavorecidas, o que não acontece.  Quando se vive numa sub-região que ao longo de décadas é sucessivamente ignorada pelo pode central e pelas administrações regionais.  Quando se vive numa sub-região que não assume as suas fragilidades e não se une na reivindicação do que devia ser seu por direito próprio. Talvez agora alguns perceberam porque defendo que Paços de Ferreira deve pertencer a Área Metropolitana do Porto.  Por aqui continuaremos na cauda do país! Esquecidos e ignorados!”, disse

Ao menos que se diga bem alto que é preciso um hospital digno e capaz de acudir a esta sub-região e a esta população. Portugal não é só Lisboa! Mais aeroportos, mais pontes, mais metros, mais tudo…e aqui nada!”, disse, salientando: “É a hora de juntarmos a voz! POR um hospital digno e capaz na defesa dos doentes e dos seus profissionais de saúde”.