Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

António Cunha questiona Ministra da Saúde sobre Padre Américo e diz que unidades hospitalares não estão a trabalhar em rede

Fotografia: PSD TV

O deputado penafidelense eleito pelo PSD, António Cunha, questionou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, a Ministra da Saúde, Marta Temido, sobre a situação que se vive no Hospital Padre Américo.

“A Covid-19 veio mostrar a inabilidade e a desorientação que o governo demonstrou e demonstra ao não ter conseguido conter e mitigar, com eficácia, o combate à Covid-19 nesta segunda vaga. O Conselho de  Administração, primeiro em estado de negação, agora em estado de desespero viu-se obrigado a pedir ajuda, mas até neste capítulo houve falta de solidariedade o que revela que as unidades hospitalares não estão a trabalhar em rede como seria de esperar. Por isso, bem entendemos o seu despacho do passado dia 3. Neste caso, a ARS-Norte em completo desnorte falhou em toda a linha”, disse, acrescentando: “Para dirimir a falta de médicos, o Conselho de Administração pretende, agora, contratar médicos a 18 euros hora, bem abaixo do valor de referência. Assim não vai ficar tudo bem”.  

Fotografia: PSD TV

O deputado social-democrata esclareceu que dadas as condições exíguas do serviço de urgência “amontoam-se doentes positivos com não positivos”.

“No serviço de urgência amontoam-se doentes, positivos com não positivos dadas as condições exíguas do espaço, acumulam-se também em excesso na área das doenças respiratórias, expondo os utentes e os profissionais que aí trabalham a um risco acrescido de contágio”, expressou, questionando a Ministra da Saúde para quando a execução de um projeto para o aumento da dimensão do serviço de urgência.

“Existe um projeto de obras aprovado para o aumento da dimensão do serviço de Urgência, mas que não teve ainda autorização do Ministério das Finanças. As cativações tocam a todos, mas não deviam afetar o direito à saúde. Quando vão começar as obras para ampliar a capacidade da urgência do Hospital Padre Américo, em Penafiel?”.

António Cunha, na sua intervenção, aludiu, também, à necessidade do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa integrar na sua unidade um aparelho de Ressonância Magnética.

“Há muito que também está prevista a instalação de um aparelho de Ressonância Magnética nesta unidade. Em março passado, em audição, a anterior Secretária de Estado, disse que “existe uma previsão de execução de investimento para 2020”. Sra. Ministra, 2020 está a acabar e infelizmente não há ressonância magnética nenhuma. É para quando?”, afirmou.

Refira-se que esta questão tem sido, aliás, assunto recorrente das intervenções do deputado municipal, do grupo da Coligação Penafiel Quer, Joaquim Lindoro, que em várias assembleias municipais já chamou a atenção para o problema.

Recentemente, numa das últimas assembleias, foi aprovada uma moção a requerer a instalação deste equipamento.