Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Dia Mundial da Música, Opinião de Dra. Carla Moreira

1 de outubro – Dia Mundial da Música

«No passado dia um de outubro assinalou-se o Dia Mundial da Música. Este dia tem vindo a ser comemorado mundialmente desde 1975, tendo sido instituído pelo International Music Council –uma instituição que reúne nomes de figuras relevantes do mundo da música, bem como de organismos e entidades da área.

Não é extemporâneo assinalar este dia e, particularmente, salientar o papel da música na vida do ser humano, no geral, bem como a sua importância no desenvolvimento da criança, em particular.

A música proporciona uma linguagem universal, na medida em que é um veículo de comunicação entre diferentes países, culturas e pessoas. Não há barreiras que a música não derrube, através das emoções e sentimentos gerados.

São várias os benefícios da música no desenvolvimento da criança, desde fases precoces; aliás, a relação do ser humano com o som é anterior ao nascimento; a investigação sugere que ainda no útero da mãe, o bebé, e por volta do quinto mês da gestação, tem contacto com o primeiro estímulo sonoro que irá conhecer –  o batimento do coração da mãe!! Ainda na barriga, apreende e reconhece a voz da mãe, bem como os sons e estímulos que circulam à sua volta, respondendo ao que se torna familiar. Sabe-se que a audição é um dos primeiros sentidos a desenvolver-se na formação do bebé, e dai a importância do estímulo proporcionado.

A ciência tem mostrado o papel da música no desenvolvimento em vários domínios: cognitivo, socio-emocional, motor, etc.

Ao nível do desenvolvimento motor, através do ritmo e do movimento que a música estimula, da dança, por exemplo, são evidentes os ganhos no que se refere à motricidade grossa e fina, bem como de aspetos promotores da sensação de relaxamento, bem estar emocional e psicológico. O mesmo decorre da aprendizagem de um instrumento musical. A expressão, a consciência do corporal, a coordenação motora são desenvolvidas através dos movimentos que a criança executa em função dos ritmos e dos sons que ouve (sensorial).

Favorece ainda processos cognitivos como a atenção, a concentração, envolvimento na tarefa, a motivação, a linguagem, interpretação/compreensão do estímulo recebido e a resposta organizada. Promove os processos de raciocínio e de memória, contribuindo para o potencial de aprendizagem. Se pensarmos, muitas das atividades pré escolares baseiam-se nos sons, nas rimas e ritmos repetidos, batimentos, canções, sequências simples e repetidas de forma a facilmente “entrarem no ouvido”, desencadeando e estimulando os processos de aprendizagem. E isto parece acontecer porque os sons articulados relacionam-se diretamente com a linguagem, favorecendo a sua aquisição e desenvolvimento. Desta forma, parece ainda que quanto mais rica é a melodia (sons, timbre, ritmos), maior a quantidade de estímulos a  que o cérebro responde. Desta forma, expor as crianças a vários estilos musicais, aprendizagem de um instrumento musical, permitir a exploração de sons e ritmos musicais diversos constituem-se como excelentes elementos de aprendizagem.

Ao nível da socialização e da interiorização de regras e rotinas, a música também favorece esta área do desenvolvimento humano. Com efeito, associar as canções a determinadas rotinas e atividades promove a memorização e a sua aquisição (repetição). Através desta associação podemos estabelecer processos de aprendizagem (aprender de forma lúdica: a brincar, a cantar). Podemos ainda referir o papel facilitador da música no processo de comunicação e das competências comunicativas

A música elimina barreiras; promove a união e o sentimento de pertença, partilhando uma linguagem universal, como já referimos atrás, contribuindo para o desenvolvimento de sentimentos de segurança e de respeito.

São muitos os benefícios da música na qualidade de vida proporcionada ao ser humano e às crianças desde tenra idade. Serão muitos os ganhos, como abordamos na formalização da música no processo educativo.»