Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Depressão Alex agrava condições meteorológicas nos próximos dias

A Autoridade Marítima Nacional e Marinha está a advertir, na sua página oficial do facebook, para o agravamento das condições meteorológicas nos próximos dias.

Segundo esta entidade, a passagem da depressão ALEX no golfo da Biscaia aponta para “um agravamento excecional das condições de agitação marítima nas regiões norte e centro (acima do cabo Mondego) de Portugal Continental, entre as 06h00 de amanhã, dia 02 de outubro, e as 06h00 de segunda-feira, dia 05 de outubro”.

De acordo com a mesma entidade “o vento poderá registar velocidades superiores a 60 km/h e rajadas acima de 85 km/h, também do quadrante Noroeste”, aconselhando à comunidade marítima e à população em geral um estado de vigilância permanente no mar e nas zonas costeiras.

A instituição adverte para a necessidade das pessoas terem cuidados redobrados, “tanto na preparação de uma ida para o mar, como quando estão no mar ou em zonas costeiras“, recomendando “evitar passeios junto ao mar, de onde se destacam os molhes de proteção dos portos, evitar passeios junto à orla costeira, nas arribas e nas praias, bem como a prática de atividades lúdicas nas zonas expostas à agitação marítima;, assim como a pesca lúdica, mais concretamente junto às falésias e zonas de arriba nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas”.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), na sua página oficial, informa que durante esta sexta-feira irá “atravessar o território do continente um sistema frontal de atividade moderada associado à depressão ALEX. Prevê-se precipitação, que será localmente intensa nas regiões a norte do sistema montanhoso Montejunto-Estrela“.

O IPMA prevê, também, “uma descida de temperatura, em especial da máxima que irá variar aproximadamente entre 13 e 18.°C nas regiões a norte do vale do Tejo e entre 18 e 25.°C a sul. Espera-se um aumento significativo da agitação marítima na costa ocidental, em particular entre o início da manhã de dia 2 e a madrugada de dia 3, em especial a norte com cabo Raso, onde a altura significativa das ondas poderá atingir 4 a 5 metros“.

Fotografia: GNR

A página do facebook da GNR, aconselha que as pessoas adotem “cuidados redobrados nas atividades relacionadas com o mar ou que ocorram nas suas proximidade,  o estacionamento de viaturas na orla marítima”, pedindo  para a comunidade estar atenta às informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e às indicações da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.