Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

“Distrital Porto começa a limpar a casa”, afirma responsável do Chega na região do Vale do Sousa

O responsável do Chega na região do Vale do Sousa, Pedro Moura, avançou, esta quarta-feira, que “Distrital Porto começou a limpar a casa”.

A afirmação do responsável da região do Vale do Sousa pelo Chega surgiu na sequência do coordenador do Núcleo Concelhio do Chega Lousada, Rui Freire, ter anunciado, em comunicado, esta terça-feira, que colocava o lugar à disposição ao presidente da distrital do partido.

Na origem da renúncia ao cargo, Rui Freire explicou que não se revê na atitude que a distrital do Porto teve na II Convenção Nacional do Chega, que decorreu em Évora, no passado fim de semana, tendo chumbado duas votações da lista do presidente do partido, André Ventura, que duas semanas antes tinha sido eleito com mais de 99% dos votos.

Ao Novum Canal, o delegado concelhio do Chega Lousada confirmou que antes de tornar pública a sua posição contactou o presidente da Comissão Política Distrital do Porto, José Lourenço, mas acabou por não ter qualquer “feedback”, pelo que optou por emitir o comunicado.

Já esta quarta-feira, a Comissão Política do Chega Porto, num nota, esclareceu que “antes do referido militante ter colocado o lugar de Coordenador do Núcleo Concelhio de Lousada à disposição do Presidente da Distrital do Porto, a Comissão Política Distrital do Porto, na pessoa do responsável pela região do Vale do Sousa, Sr. Pedro Moura, tinha comunicado ao Sr. Rui Freire a retirada de confiança política e consequente exoneração do cargo de Coordenador do Núcleo Concelhio” apontando como razões “o fraco desempenho registado ao nível da implantação do Partido Chega em Lousada”, um concelho que o partido considerou ser de extrema importância para a distrital do Porto.

A Comissão Política Distrital do Porto destacou que irá continuar a nortear a sua ação e intervenção pelos valores da “Convicção, Dedicação, Persistência, Perseverança, Espírito de entrega e de sacrifício, valores que têm de estar imbuídos no ADN de todos os militantes que queiram assumir responsabilidades acrescidas no Partido CHEGA e, lamentavelmente, o Sr. Rui Freire não conseguiu estar à altura desse desafio”.

Pedro Moura confirmou ao Novum Canal que a decisão da retirada da confiança política estava tomada e comunicou-a em dois momentos a Rui Freire, primeiro por telemóvel, na segunda-feira e depois presencialmente na terça-feira, antes deste avançar com o tal comunicado.

Falando  ainda das razões que o levaram a colocar o lugar à disposição, Rui Freire declarou que não gostou de ver o líder do partido ser “boicotado”, por uma das distritais mais importantes, que “não está agarrado ao poder” “não se revê em quezílias pessoais”, “não precisa da política para viver” e que pretende continuar a zelar pelos valores do partido.