Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Jovem piloto de Lousada a duas provas e alguns pontos de garantir título nacional em PreMoto3

Fotografia: Hellofoto

O jovem piloto lousadense, Gonçalo Ribeiro, está muito próximo, a apenas duas provas e poucos pontos de arrecadar o título de campeão nacional de PreMoto3,, competição, integrada no Campeonato Nacional de Velocidade, que irá decorrer no Circuito do Estoril de 19 e 20 de Setembro.

Ao Novum Canal, o piloto de Lousada que esteve de  passagem pelo campeonato espanhol de velocidade no passado fim de semana e vem de uma vitória Portimão, realçou estar confiante e otimista na obtenção de uma boa classificação, que passa por uma vitória, que lhe permita estar mais próximo de arrecadar o título de campeão nacional.

“As minhas expectativas para esta prova no Estoril, é vencer a corrida, para somar pontos e ficar mais perto do título de campeão nacional de PreMoto3”, disse, salientando que vencendo no Estoril irá ampliar a vantagem para os seus mais  diretos adversários e fazer diminuir a pressão para na última prova consolidar o desiderato de conseguir o tão almejado título.

“Sinto-me cada vez mais próximo, mas também tenho que obter esta vitória, para ter menos pressão e apenas pontuar na última prova”, expressou.

“O nível em Espanha é muito elevado em relação ao campeonato português”

Fotografia: Hellofoto

Questionado sobre as dificuldades que espera encontrar, o jovem piloto confessou que as principais têm a ver com os acertos da mota e a concorrência.

“As dificuldades que devo encontrar nas próximas corridas, em Espanha e aqui em Portugal, são nos acertos da moto, o que é normal de acontecer. A juntar a isso, os adversários são muito competitivos”, acrescentou, admitindo que a sua equipa a nível técnico tem evoluído bastante.

“O que revelámos em termos de resultados em Espanha, prova que a nossa aposta foi certa”, sustentou.

Falando da sua passagem pelo campeonato espanhol, Gonçalo Ribeiro reconheceu que tem  crescido enquanto atleta, mas também em termos de resultados.

“Em Espanha sinto-me cada vez mais forte, cada prova que passa os resultados começam a aparecer, tal como aconteceu no passado fim-de-semana em Valência, Espanha”, frisou, sublinhando que competir em Portugal e Espanha é muito diferente.

“O nível em Espanha é muito elevado em relação ao campeonato português”, avançou.

Interpelado sobre a sua ligação às duas rodas e como surgiu a paixão pelo motos, o atleta realçou que tudo começou quando lhe ofereceram uma Moto 4.

“A partir daí, comecei a gostar de ver corridas de motos como o MotoGP e o meu pai, como também gostava, ofereceu-me uma moto, não de rua mas sim preparada para correr. Foi aí que começou este sonho!”, atalhou.

O piloto manifestou sentir-se acarinhado pelos seus seguidores e pelas muitas pessoas de Lousada que costumam acompanhar o seu percurso desportivo.

“Tenho muitas pessoas que me acompanham e apoiam as minhas provas, e é muito importante para mim. Antes e no fim de cada prova, tenho seguidores no meu Instagram e no Facebook, que me enviam mensagens de apoio!”, expressou.

O atleta confessou, ainda, que gostava de experimentar o Campeonato Europeu de Velocidade (FIM CEV REPSOL), ou a Red Bull Rookies Cup e reconheceu que a Covid-19 acabou igualmente por ter impactos no desporto motorizado.

“Sim, infelizmente não só em termos de apoios, como com a falta de público, que ainda não pode estar presente para apoiar”, asseverou.