Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

III liga chamar-se-á Liga 3 e contará com 24 equipas

A Federação Portuguesa  de Futebol aprovou a nova designação da III Liga, competição III que servirá de acesso à LigaPro e que adotará a designação de Liga 3.

A Liga 3 iniciará apenas em 2021/2022 e contará no ano de arranque com 24 clubes.

Em nota que se encontra disponível no site da Federação Portuguesa de Portugal, a instituição esclarece que a competição, “assenta em três eixos fundamentais: preparar os clubes para a II Liga, criar espaço de desenvolvimento para jogadores jovens portugueses e promover o equilíbrio financeiro dos clubes. Será um escalão que dará bases ainda mais fortes para a transição para o futebol profissional”.

Segundo a Federação Portuguesa de Futebol, na época de estreia da prova, participarão 24 clubes, 22 clubes oriundos Campeonato de Portugal mais dois que descem da II Liga.

“Em termos práticos será assim: o 1.º classificado de cada uma das oito séries do Campeonato de Portugal 2020/21, que começa este fim de semana, irá disputar um play-off de acesso à II Liga, do qual sairão os dois promovidos. As seis equipas que restarem passam a disputar a Liga 3. Os clubes que finalizarem entre o 2.º e o 5.º lugares de cada série jogarão uma fase de acesso à Liga 3, de onde sairão os outros 16 participantes para a primeira edição da nova competição. A este grupo juntar-se-ão os dois despromovidos da II Liga, completando assim as 24 equipas”, refere a mesma nota que esclarece que em 2022/23, a Liga 3 manterá 24 equipas, passando para 20 os clubes na época seguinte.

Ainda de acordo com a Federação Portuguesa de Futebol, os clubes terão de integrar nas suas equipas 25 atletas, 13 formados localmente.

“Os treinadores principais têm de ter habilitação de Grau III, exceto se forem técnicos que se mantenham nos clubes promovidos à Liga 3 – estes podem ter Grau II”, acrescenta a mensagem.

Refira-se que esta Liga 3 faz parte do plano de emergência e reestruturação do terceiro escalão do futebol sénior masculino português apresentado pela Federação Portuguesa de Futebol.

A criação  desta competição tem como propósitos “criar espaços de desenvolvimento para o jovem jogador português na transição dos sub-19 para os seniores que servirá de acesso à LigaPro”.

Este plano de reestruturação tem, também, como metas “assegurar o maior número possível de projetos equilibrados; aumentar a competitividade; melhorar a qualidade de jogo e aproximar os adeptos do futebol local”.