Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Paços de Ferreira: BE diz que apesar da ETAR ter entrado em funcionamento “descargas continuam”

O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda, através da deputada Maria Manuel Rola, questionou o ministério do ambiente e o Ministro do Ambiente e da Ação Climática,  João Pedro Matos Fernandes, sobre as recentes “descargas no rio Ferreira”.

Em comunicado envido ao Novum Canal, a deputada assegurou que “a água do rio Ferreira continua a apresentar tons acastanhados e a emanar maus cheiros na freguesia de Lordelo, em Paredes, apesar de ter sido recentemente inaugurado um novo sistema de filtração da estação de tratamento de águas residuais (ETAR) de Arreigada, que pressupôs a ampliação e remodelação das instalações da estação. A poluição, especialmente notória nos meses de verão, afeta sobremaneira a qualidade de vida da população local, tal como o estado ecológico do curso de água”.

De acordo com a deputada, “Em maio de 2020, o Bloco de Esquerda alertou para a ocorrência de descargas poluentes no rio Ferreira e para os atrasos na reabilitação na ETAR de Arreigada, cujas consequências se materializavam em águas do rio poluídas. O alerto do Bloco de Esquerda foi dado através de uma questão escrita dirigida ao ministro do Ambiente e da Ação Climática (Pergunta 1674/XIV/1). Até à data, este Grupo Parlamentar não obteve qualquer resposta. Confirmando-se os relatos da população local que atribui as descargas poluentes, ocorridas já durante o mês de setembro, a efluentes da ETAR de Arreigada, afigura-se incompreensível que uma estação reabilitada possa estar a poluir o rio”.

Os bloquistas assumem ser necessário eliminar, definitivamente, as “descargas poluentes do rio Ferreira, proceder à sua despoluição e recuperar plenamente a biodiversidade do rio”.

O Bloco de Esquerda considera intolerável que a qualidade de vida da população local seja afetada durante tanto tempo devido à ineficácia das entidades competentes. É necessário eliminar, definitivamente, as descargas poluentes do rio Ferreira, proceder à sua despoluição e recuperar plenamente a biodiversidade do rio, permitindo a fruição de um ambiente saudável a que a população local tem pleno direito”, lê-se no requerimento do BE endereçou ao Governo, confrontando o mesmo com várias perguntas, nomeadamente se “tem conhecimento de descargas poluentes no rio Ferreira provenientes da ETAR de Arreigada” e em caso afirmativo, “como explica que uma ETAR reabilitada possa estar a descarregar matéria poluente para o rio”.

Os deputados bloquistas no requerimento feito à Assembleia da República, tendo como destinatário João Pedro Matos Fernandes questionam, também, se foram “realizadas, ou estão previstas, ações inspetivas à ETAR de Arreigada” e caso tenham sido realizadas inspeções, “quais foram as consequências e as conclusões das ações inspetivas”.

Os bloquistas perguntam, ainda, se “Agência Portuguesa do Ambiente tem monitorizado o estado ecológico e químico das massas de água do rio Ferreira”, em caso afirmativo, com que “periodicidade são feitas recolhas de amostras e análises ecológicas e químicas, quais são os resultados das ações de monitorização e que medidas prevê o Governo adotar para evitar que se repitam os episódios de descargas poluentes no rio Ferreira“.

Além da deputado Maria Manuel Rola, o requerimento está assinado pelos deputados José Moura Soeiro e Luís Monteiro.