Novum Canal

mobile

tablet

Vice-presidente da Câmara de Paços de Ferreira considera prudente decisão de colocar país em estado de contingência

Partilhar por:

O vice-presidente da Câmara de Paços de Ferreira, Paulo Ferreira, considerou, esta quinta-feira, numa mensagem que colocou na sua página do facebook, prudente e acertada a decisão do Governo colocar o país em estado de contingência, a partir da segunda quinzena de setembro.

“A decisão, anunciada hoje (quinta-feira) pelo Governo, de colocar o país em situação de contingência a partir do próximo dia 15 de setembro, é pudente e acertada. Infelizmente, até termos uma percentagem alargada da população vacinada, o vírus não desaparecerá e os novos contágios naturalmente que se irão suceder. No entanto, é fundamental evitar o crescimento exponencial da pandemia, reduzindo ao máximo o número de novos infetados, mas sem que para tal seja necessário o regresso ao confinamento generalizado da população. Sabemos todos que não será fácil. Sabemos todos que novos surtos poderão aparecer, a qualquer momento, no nosso país, no nosso concelho ou na nossa freguesia. Mas também sabemos todos que respeitando, com rigor, um conjunto de regras, como o uso da máscara, a desinfeção regular das mãos e o distanciamento físico, a taxa de contágio reduzir-se-á significativamente”, escreveu.

O vereador concordou que os alunos têm de regressar à escola e a economia tem de voltar a crescer.

“Atravessamos o momento mais difícil da nossa vida coletiva! Mas, a verdade, é que as nossas crianças têm que regressar à escola. Seria trágico que tal não sucedesse. A nossa economia tem de voltar a crescer. Seria um desastre social se isso não fosse conseguido. E a nossa vida, dentro das enormes contingências e mudanças a que já nos habituámos, tem que continuar. Os números recentes de novos infetados em países como Espanha, França ou Inglaterra, provam que esta gigantesca batalha ainda não está ganha. A tão esperada vacina, apesar de cada vez mais próxima, ainda não chegou. Resta-nos, por isso, saber conviver com este vírus, que continuará mais uns meses muito próximo de nós, mas que já provou abominar álcool gel e odiar as nossas belas máscaras!!! O fim deste pesadelo, acreditamos todos, está cada vez mais próximo. Mas, por agora, não baixemos a guarda” referiu ainda.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!