Novum Canal

mobile

tablet

Direção-Geral do Ensino Superior define orientações a serem observadas no arranque do ano letivo
Agrupamento de Escolas Dr. Machado de Matos, Felgueiras (foto ilustrativa)

Direção-Geral do Ensino Superior avança que candidatos ao ensino superior público atingem maior número dos últimos 25 anos

Partilhar por:

A Direção-Geral do Ensino Superior avançou, esta segunda-feira, em comunicado, que os candidatos ao ensino superior público, na primeira fase, atingiram  62 675, o maior número dos últimos 25 anos.

De acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior nesta primeira fase, registou-se um aumento de 11384 candidatos face a 2019 (quando se tinham candidatado 51291 estudantes até igual momento, tendo sido consideradas 51036 candidaturas como válidas).

O número de candidatos ao presente concurso é também o mais elevado desde 1996.

De acordo com o Governo, “O aumento de candidatos nesta fase do acesso ao ensino superior público representa um sinal de confiança dos jovens e das suas famílias na formação superior e nas suas instituições, bem como nas vantagens decorrentes da qualificação superior, especialmente no contexto da crise internacional emergente associada à Covid-19. O aumento inédito do número de candidatos promove o alargamento da base social de apoio do ensino superior e é um sinal muito significativo para a qualificação progressiva da população residente em Portugal”.

O comunicado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior recorda que as metas para as quais Portugal se deve orientar no contexto Europeu exigem atingir uma taxa média de frequência no ensino superior de 6 em cada 10 jovens com 20 anos até 2030.

“Apesar de em 2020 e pela primeira vez em Portugal, metade dos jovens de 20 anos estarem a estudar no ensino superior (enquanto eram 40% em 2015 e menos de 30% em 2000), as metas para as quais Portugal se deve orientar no contexto Europeu exigem atingir uma taxa média de frequência no ensino superior de 6 em cada 10 jovens com 20 anos até 2030, assim como alargar as qualificações de toda a população, garantindo atingir 40% de graduados de educação terciária na faixa etária dos 30-34 anos até 2023 e 50% em 2030”, confirma o comunicado que estima que o número total de novos ingressos no ensino superior em todos os ciclos de estudos, públicos e privados “atinja cerca de 90 mil novos estudantes matriculados no próximo ano letivo de 2020/21 (enquanto foram cerca de 84 mil pessoas em 2019)”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!