Novum Canal

mobile

tablet

Junta de Freguesia de Raimonda enalteceu decisão da Câmara de Paços de Ferreira de candidatar lar residencial a fundos comunitários

Partilhar por:

Fotografia: Câmara de Paços de Ferreira

O presidente da  Junta de Freguesia de Raimonda, Jocelino Moreira, enalteceu a decisão da Câmara de Paços de Ferreira de referenciar o Projeto do Lar de Raimonda, como o projeto a candidatar aos fundos comunitários não gastos na região em projetos como Eficiência Energética, Cultura para Todos e CEI +, no âmbito da Reprogramação Covid-19.

Na sua página pessoal do facebook, o autarca destacou que este é um investimento prioritário e que os raimondenses saberão agarrar esta oportunidade para continuar a cuidar dos mais desfavorecidos.

“Depois de Paços e Freamunde é dada a possibilidade a Raimonda de poder aceder a significativas verbas dos fundos comunitários para a Ação Social. Em cima da mesa está o projeto do Lar, da responsabilidade do Centro Social de Raimonda, sendo o seu grande impulsionador e dinamizador o nosso pároco, Padre Brito. Importante referir que este projeto tem vindo a ser amplamente discutido e referenciado como prioritário, no Centro Local de Ação Social de Paços de Ferreira, onde o Presidente de Junta e Pároco de Raimonda fazem parte”, referiu.

Fotografia: Câmara de Paços de Ferreira

“Ficamos felizes… A chamada “Reprogramação COVID”, que possibilita a utilização de fundos comunitários não gastos na região em projetos como Eficiência Energética, Cultura para Todos e CEI +, deixou ao alcance de uma possível candidatura do Centro Social de Raimonda o valor de €750.000,00, faltando apenas sair o respetivo Aviso. Após tomar conhecimento desta informação da CIM de Tâmega e Sousa, entendeu a Câmara Municipal de Paços de Ferreira (no meu entendimento, muito bem), referenciar o Projeto do Lar de Raimonda, como o projeto a candidatar. Estou certo que Raimonda e os raimondenses, mais uma vez, agarrarão esta oportunidade e que, todos juntos, continuaremos a cuidar dos mais desfavorecidos”, escreveu ainda.

Refira-se que a construção do lar residencial vai permitir a criação de 40 novas camas no concelho, num investimento de dois milhões de euros.

No âmbito da reprogramação do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT) da CIM do Tâmega e Sousa, aprovada em sede da Comissão Diretiva de Autoridade de Gestão do Norte 2020, o município de Paços de Ferreira conseguiu garantir 750 mil euros de financiamento comunitário para a construção do novo Lar Residencial da Raimonda.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!