Novum Canal

mobile

tablet

Dia Mundial da Fotografia: Segundo dirigente da Associação Portuguesa dos Profissionais da Imagem crise sanitária fez com que setor se reinventasse

Partilhar por:

No dia em que  se celebra o Dia Mundial da Fotografia, o Novum Canal foi ouvir o dirigente da APPImagem, a Associação Portuguesa dos Profissionais da Imagem, instituição com sede em Paços de Ferreira, que conta com certa de mil associados de Norte a Sul do país e ilhas.

A data além de celebrar a invenção do “daguerreótipo’, criação do francês Louis Daguerre, que suscitou a criação das máquinas fotográficas pretende ser um tributo aos fotógrafos e ao universo da fotografia, instrumento que revolucionou a sociedade e a forma como comunicamos ou até mesmo como nos expressamos artisticamente.

O presidente da APPImagem – Associação Portuguesa dos Profissionais da Imagem, Hélder Couto, realçou a importância de existir uma data que assinale a importância da fotografia como veículo comunicacional, sustentando que durante o dia de hoje a instituição promoveu a iniciativa “APPI Convida a 19”, com 16 convidados numa emissão on-line, das maiores feita até à data pela instituição aberta a todos que está a ser transmitida na página do Facebook da APPImagem.

Hélder Couto assumiu que o setor tem vivido momentos de algum sobressalto, na sequência da crise sanitária que continua a atingir a região e o país, sendo vários as áreas de atividade dentro de fotografia que foram atingidas, umas mais que outras.

Falando dos problemas suscitados pela pandemia, Hélder Couto confirmou que dentro da fotografia, e naquilo que são as suas várias áreas, uma das mais afetadas foi a fotografia de casamentos, tendo existido neste segmento uma quebra na ordem dos 90%.

Ao Novum Canal, Hélder Couto manifestou que a remarcação de muitos casamentos e até de outros eventos penalizou severamente esta área da fotografia, o mesmo acontecendo na área da publicidade e da moda, com muitos fotógrafos a ser atingidos e a ficarem sem trabalho.

“De todas as crise costumo afirmar que esta foi a pior para o setor”, disse, sustentando, no entanto, que apesar das muitas dificuldades e dos obstáculos, há sinais que indiciam e tendo em conta a evolução da própria crise sanitária que o setor dos casamentos poderá vir a revitalizar-se novamente.

“Prova disso é o facto de já se terem realizado alguns casamentos”, atalhou, recordando que os portugueses de uma forma geral vão ter de se habituar a conviver com a doença caso ela se venha a estender no tempo e a prorrogar-se para além deste ano, cumprindo com os procedimentos definidos pela autoridade nacional de saúde.

Fotografia: Hélder Couto

O dirigente da APPImagem relembrou, por outro lado, que o mar de adversidades e as dificuldades que continuam a afetar a fotografia fez com que muitos dos profissionais desta área tivessem que se reinventar, apostar na especialização de forma a ir de encontro daquilo que são as exigências do mercado, mas também como forma de fazer face às adversidades que determinadas áreas dentro da fotografia estão a sentir.

Questionado sobre a necessidade do setor ser também contemplado com apoios, à semelhança do que tem acontecido noutros setores de atividade, Hélder Couto admitiu que embora o setor da fotografia merecesse mais é difícil ao Governo intervir em todos os domínios de atividade.

Quanto ao futuro da fotografia, o presidente da APPImagem reconheceu que a fotografia nos últimos anos sofreu várias alterações, modernizou-se, passou do analógico para o digital, mudou a forma como olhamos as coisas e a perceção que temos das mesmas e hoje está confrontada com nossos desafios.

A este propósito, Hélder Couto defendeu que o futuro desta área passa cada vez mais pela aposta  na formação, na realização de novos trabalhos que vão de encontro àquilo que são as expectativas  das pessoas, mas também do mercado.

O responsável pela  APPImagem assegurou, ainda, que sinónimo da aposta que tem sido realizada na formação e na especialização é o facto de Portugal ter sido dois anos campeão da fotografia, numa clara demonstração das potencialidades do setor e dos seus profissionais para face às adversidades e se reinventarem constantemente.

Hélder Couto declarou, por outro lado, que tal como a anterior direção, a sua presidência tem vindo a apostar em inúmeras iniciativas que vão desde a qualificações dos seus associados, à promoção de  seminários de fotografia, ações de formação, cursos especializados, exposições entre outras atividades.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!