Novum Canal

mobile

tablet

Campeonato Nacional de Estrada: Ciclistas de Penafiel entram em ação domingo

Partilhar por:

Fotografia: UVP-Federação Portuguesa de Ciclismo

Os atletas penafidelenses Francisco Campos, Joaquim Silva e João Barbosa que estão a competir no Campeonato Nacional  de Estrada de Paredes, prova organizada pela Federação Portuguesa de Ciclismo, vão entrar em ação este domingo.

O ciclista  Joaquim Silva, já esta sexta-feira no contrarrelógio de elites não foi além do 14.º lugar, fazendo o tempo 24m56s.

No domingo, Joaquim Silva e João Barbosa ambos a competir  pelo Miranda – Mortágua, vão disputar a prova de fundo da classe Elite, a que se vai juntar  Francisco Campos, da W52 FC Porto.

Ao Novum Canal, João Barbosa realçou que está bem fisicamente, mas o atual momento de forma é uma incógnita,  atendendo ao tempo de paragem e à falta de competições a que os atletas estiveram votados, na sequência na crise sanitária.  

“De momento a forma é uma incógnita, sinto-me bem e as sensações em treinos são boas, no entanto é o retomar à competição após cinco meses de confinamento e a falta de ritmo vai se fazer sentir, mas espero dar a volta a todos esses contratempos e estar à altura do desafio”, disse, salientando que os objetivos para a prova de fundo da classe Elite passa por apoiar a equipa e os líderes assumidos.

 “Os objetivos são claros, estar sempre presente no apoio à equipa e não deixar que nada falte a nenhum dos lideres assumidos, decidido à partida para a prova. Depois será fazer o melhor possível tal como faço sempre que entro em alguma competição”, destacou.

Fotografia: UVP-Federação Portuguesa de Ciclismo

Questionado sobre quais as dificuldades que espera encontrar, João Barbosa realçou que  serão “o ritmo imposto na corrida que é esperado de um Campeonato Nacional e o percurso “sobe e desce” do circuito decisivo”.

Já quanto aos favoritos, o penafidelense destacou que “o Rui Costa terá esse peso do favoritismo mas de um campeonato nacional tudo se pode esperar e estaremos lá, como equipa para tentar causar essas surpresas finais”.

Refira-se que já esta sexta-feira no contrarrelógio individual de elites Ivo Oliveira sagrou-se campeão nacional e Guilherme Mota (Kelly/InOutBuild/UDO) sagrou-se campeão nacional de sub-23.

No percurso entre as freguesias de Gandra e Baltar, Ivo Oliveira conquistou o primeiro título de elite, fez o tempo de 23m45s (45,726 km/h).

Rui Costa (UAE Team Emirates) gastou mais nove segundos do que o companheiro de equipa, tendo Tiago Machado (Efapel), sido terceiro, a 13 segundos do primeiro classificado.

Entre os sub-23, destaque para o desempenho de Guilherme Mota (Kelly/InOutBuild/UDO), com um registo de 24m58s, seguindo-se Daniel Dias (Sicasal/Miticar/CM Torres Vedras), sub-23 de primeiro ano, a 15 segundos e Pedro Andrade (Hagens Berman Axeon), a 23 segundos da medalha de ouro, terceiro classificado.

Este sábado realiza-se a prova de Fundo para sub-23, numa distância de 138,2 quilómetros, com partida e chegada em Gandra, nas instalações da Majorfe.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!