Novum Canal

mobile

tablet

Escolas de ciclismo da região a favor da Edição Especial da Volta

Partilhar por:

Fotografia: Silva & Vinha A.D.R.A.P Sentir Penafiel

Várias escolas de ciclismo da região manifestaram estar a favor da realização de uma edição especial da Volta a Portugal, pela Federação Portuguesa de Ciclismo, depois de em comunicado  emitido esta quarta-feira, a Podium Events e a Federação Portuguesa de Ciclismo terem decidido proceder ao adiamento da 82.ª Volta a Portugal em Bicicleta Santander para 2021, nos moldes tradicionais em que era realizada a competição.

Ao Novum Canal, Hélder Alves, da NRV Academia de Ciclismo de Paredes, afirmou que a decisão da Federação é aceitável e vai permitir que a prova mais importante do calendário velocipédico possa acontecer, ainda que em moldes diferentes da tradicional Volta a Portugal.

Fotografia: NRV Academia de Ciclismo de Paredes

Hélder Alves assumiu que a decisão acaba por minimizar as perdas e os danos  para as  equipas, atletas e patrocinadores e demais envolvidos naquele  que é a maior prova velocipédica nacional.

Joaquim Carlos, presidente da Silva & Vinha A.D.R.A.P Sentir Penafiel, esclareceu que aquando do anuncio de que a 82.ª edição da Volta a Portugal poderia realizar-se entre 29 de julho e 9 de agosto, a Federação Portuguesa de Ciclismo já dizia estar disponível e ponderava avançar com a criação de uma edição especial da Volta, o que veio a suceder.

O diretor da Silva & Vinha A.D.R.A.P Sentir Penafiel recordou, também, que a volta a Espanha, França e Itália já estão agendadas, realçando que a concretização da Volta a Portugal, ainda que em moldes diferentes, é uma oportunidade para atletas que já iniciaram os treinos, mas também para as equipas que querem ver o retorno do investimento realizado durante a época.

Renato Gaspar, da Associação Penafiel Bike Clube, manifestou estar, igualmente, de acordo com a decisão da Federação Portuguesa de Ciclismo, confirmando que este “plano B” vem de alguma forma minimizar os efeitos negativos de uma época atípica, em que os atletas estão sem competir há vários meses e em que as próprias equipas estão com dificuldades.

Ao Novum Canal, Renato Gaspar confirmou que há atletas a passar por dificuldades e mesmo as equipas sem competições têm dificuldades em garantir os patrocínios.

“As equipas profissionais não vivem da cobertura das televisões, mas dos patrocínios que conseguem fazer”, expressou, deixando votos de que as provas que integram o calendário nacional possam decorrer sem sobressaltos, à semelhança do que já está a acontecer em Espanha.

No comunicado emitido esta quarta-feira  e que se encontra publicado no site da Federação Portuguesa de Ciclismo, esta entidade confirmou que a edição de 2020 da Volta a Portugal em Bicicleta vai realizar-se de 27 de setembro a 5 de outubro, sustentando que a  edição tradicional da Volta, enquanto grande festa popular de agosto, com 12 dias de duração, não se irá realizar, devido à pandemia.

“A Federação Portuguesa de Ciclismo entendeu, no entanto, que a Volta a Portugal é essencial para o futuro do ciclismo profissional no país, tendo decidido organizar uma edição adaptada às circunstâncias especiais em que vivemos. A corrida será composta por um prólogo e oito etapas, tendo as principais características de um grande evento de ciclismo: interesse desportivo, forte impacto mediático, capacidade de dinamizar a economia do país e de divulgar o território e garantia de retorno para o investimento dos patrocinadores da corrida e das equipas participantes”, refere o comunicado que acrescenta: “Depois de a iniciativa da Federação Portuguesa de Ciclismo ter obtido um excelente acolhimento das câmaras municipais contactadas para integrarem o itinerário, decorrem com normalidade os trabalhos para a organização da prova. Oportunamente serão comunicados os detalhes desta Volta a Portugal, que, em 2020, pretende ser especial e inspiradora, um símbolo de um país que supera adversidades para celebrar a vida através do desporto”.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!