Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Obra “O Homem que Falava Sozinho” venceu terceira edição do Prémio Germano Silva/Rotary Club de Penafiel

Fotografia: Rotary Club de Penafiel

“O Homem  que Falava Sozinho” da autoria da Mitro Vorga (pseudónimo de António Silva), foi o vencedor da terceira edição do prémio de Germano Silva/Rotary Club de Penafiel.

Segundo a sinopse ao livro, nesta obra, o autor explora uma ideia que é comummente partilhada na sociedade de que são os loucos que falam sozinhos, para se aventurar na história de um homem inocente e solitário que fala consigo próprio. A obra explora, também,  o conceito de sentido, da procura de um sentido para a vida “Um sentido que nem sempre se encontra, ou talvez no fim dela, quando menos se espera, tudo faça sentido, sim”.

Do reportório do autor fazem parte obras como “O Vento e a Rocha”, “Ressurreição”, “Porque” e “O Ovo de Rá”. Na poesia,  a obra mais conhecida do autor é “O Voo da Abelha”.

O autor participou em várias coletâneas de prosa e poesia, nomeadamente na “Antologia da Poesia Contemporânea”, “Som de Poetas” e “Coletânea de Poetas” e na obra em prosa “A Mulher do Próximo”.

Fotografia: Rotary Club de Penafiel

Refira-se que o Prémio Germano Silva/Rotary Club de Penafiel tem como objetivos promover, defender e valorizar a língua portuguesa e a sua interculturalidade.

O prémio visa, também, incentivar a criação literária como veículo de comunicação e liberdade de expressão, o gosto pela leitura e pela escrita e, simultaneamente, homenagear o historiador, jornalista e escritor Germano Silva.

A cerimónia de entrega dos prémios irá decorrer numa sessão solene a realizar em Penafiel, em data a anunciar pelo Rotary Clube de Penafiel.

As duas primeiras edições do prémio tiveram como vencedores os jovens escritores Jaime Soares e Rui Damásio, respectivamente, com a obras “A Cor Verde” e “A Senhora Professora”.