Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Dois detidos por violência doméstica em Amarante e Penafiel

O Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Penafiel, nos dias 27 e 28 de julho, deteve dois homens, de 32 e 27 anos, por violência doméstica, nos concelhos de Amarante e Penafiel.

No âmbito de uma denúncia por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito, de 32 anos, exercia violência física e psicológica contra as vítimas, sua mãe e irmã, de 63 e 26 anos, ameaçando-as de morte com recurso a uma arma branca.

O suspeito sofre de graves distúrbios psicológicos, mantendo comportamentos agressivos para com as vítimas, sendo estas vulneráveis por razões de saúde. Apurou-se ainda que o agressor tem outros inquéritos pendentes pela prática do mesmo tipo de crime, motivos que levaram à sua detenção, e ainda à apreensão de uma arma branca.

Fotografia: GNR

No segundo caso, no concelho de Penafiel, o homem de 27 anos, caracterizado como sendo uma pessoa muito agressiva, consumidor de álcool e drogas, foi detido por necessidade de intervenção urgente, em virtude das perseguições e ameaças de morte dirigidas á vítima, sua ex-companheira, de 19 anos, quando teve conhecimento de uma queixa crime contra si apresentada.

Nas diligências efetuadas, os militares da Guarda apuraram que, durante o relacionamento de quatro anos, foram formalizadas várias denúncias por maus-tratos, por terceiras pessoas, sendo que a vítima, por medo, negava sempre os factos. Num episódio recente, a vítima teve de aguardar auxílio num local ermo, após ter sido violentamente agredida. Da relação, existem dois filhos menores, de dois e três anos de idade, os quais se encontram à guarda da avó materna.  

Os detidos foram presentes ao Tribunal Judicial de Marco de Canaveses, onde, ao detido de 32 anos, foram aplicadas as medidas de coação de afastamento da residência e proibição de contactos com a vítima por qualquer forma ou meio, e, ao detido de 27 anos, afastamento da residência, proibição de contactos por qualquer forma ou meio com a ofendida, bem como tratamento médico à dependência do álcool e da droga.