Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Lousada vê aprovado projeto de valorização dos recursos naturais

Fotografia: Câmara de Lousada

O município  de Lousada viu ser recentemente aprovado um projeto de valorização dos recursos naturais, gestão e ordenamento do território, projeto ambiental co-financiado pelas EEA Grants que visa estreitar as relações bilaterais entre Portugal e a Islândia, o Liechtenstein e/ou a Noruega.

No âmbito deste projeto são várias as vertentes elegíveis e vão da cooperação técnica e intercâmbio de especialistas; workshops e seminários, entre outros.

Segundo o vereador do Ambiente da Câmara de Lousada, Manuel Nunes, no âmbito deste projeto, a autarquia marcou esta semana presença numa reunião online em que estiveram presentes vários parceiros que fazem parte da iniciativa com o objetivo de agilizar o modelo.

Fotografia: Câmara de Lousada

De acordo com o autarca, no caso de Lousada, a vertente a ser explorada será a capacitação e habilitação de técnicos ligados ao desenvolvimento sustentável, funcionando o concelho como uma espécie de “laboratório” nacional, onde se fará o diagnóstico, os estudos de caso e os ensaios de planeamento, sempre na ótica da beneficiação da biodiversidade e dos serviços dos ecossistemas.

Manuel Nunes recordou que o projeto conta com as melhores instituições neste domínio, nomeadamente, a Escola Superior para o Desenvolvimento Verde, de Bryne, na Noruega, instituição com quem Lousada já desenvolveu um outro projeto na área do ambiente e dos recursos florestais, sendo uma instituição conhecidas pelas boas práticas em matéria ambiental e valorização dos recursos e na partilha de experiências e práticas no que respeita à gestão e ordenamento do território.  

Manuel Nunes realçou que no âmbito do projeto está prevista a implementação de dois cursos de formação, um em Portugal e um na Noruega, capacitando os participantes e conferindo-lhes conhecimentos especializados em domínios como o planeamento territorial ambientalmente responsável.

Além da vertente da valorização dos recursos, o vereador responsável pelo ambiente de Lousada destacou que o projeto prevê criar condições para que esse ativo tenha um retorno financeiro para quem vive no concelho e na criação dos chamados “green jobs” que contribuem para preservar o ambiente ou recuperar a qualidade ambiental.

Manuel Nunes reconheceu, por outro lado, que este projeto abre portas para criar outras dinâmicas e fomentar parcerias com outros países, conhecer novas práticas e aceder a novas técnicas e experiências mais avançadas em domínios como o da biodiversidade e a salvaguarda dos ecossistemas.