Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Câmara Municipal e Federação de Natação querem fazer evoluir a modalidade em Baião

O presidente da Câmara Municipal de Baião, Paulo Pereira, recebeu a 10 de julho, nos Paços do Concelho, uma comitiva da Federação Portuguesa de Natação, composta pelo presidente desta entidade, António Silva, pelo vice-presidente federativo, Jorge Cruz e pelo presidente da Associação de Natação do Norte de Portugal, Aníbal Pires.

Estiveram também presentes a coordenadora do setor do Desporto e Associativismo da Câmara Municipal de Baião, Sílvia Costa e a coordenadora pedagógica da Escola de Natação de Baião, Filomena Cardoso.

No encontro foi debatido o modo como as entidades podem colaborar no desenvolvimento da natação no concelho de Baião, nomeadamente por via do ciclo de programas de formação para o ciclo 2021-2024.

O trabalho conjunto destas entidades pode abranger não apenas a “natação pura”, mas também o polo aquático e outras modalidades.

Paulo Pereira louvou o bom entendimento e a colaboração que tem existido com as partes, o que tem permitido a realização de estágios e de diversas formações no concelho de Baião.

O presidente da Federação Portuguesa de Natação destacou as boas condições que o concelho de Baião oferece para a prática da natação e de outras modalidades aquáticas. E agradeceu a disponibilidade e entusiasmo que tem existido em Baião para colaborar com as entidades da área da natação.

O ensino da natação na Escola de Natação de Baião é feito em sete escalões etários, desde a natação para bebés à natação para adultos.

A Escola de Natação de Baião (Piscina Municipal Coberta) está certificada pela federação, integrando o programa “Portugal a Nadar”. Em 2020 havia 219 alunos na escola baionense.

Está ainda em curso a avaliação da Escola de Natação baionense com o Selo de Qualidade – Piscina Segura da federação. Este selo visa garantir que o equipamento municipal cumpre todas as regras de segurança sanitária requeridas no contexto da pandemia COVID-19.