Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

“Cidade de Gandra sofreu evolução ímpar no concelho”, presidente da Junta de Freguesia

Fotografia: Junta de Freguesia de Gandra

O presidente da Junta de Freguesia de Gandra, Paulo Ranito, reconheceu ao Novum Canal que a cidade sofreu uma evolução ímpar no concelho, numa alusão à elevação de vila a cidade, cuja efeméride comemora-se tradicionalmente no dia 1 de julho.

Para assinalar a data, este ano, o responsável pela gestão da freguesia deixou uma mensagem na página oficial da freguesia, recordando que a freguesia foi elevada a cidade, através da publicação da Lei n.º 74/2003, de 26 de agosto e que foi aprovada pela Assembleia da República em 1 de julho de 2003, relevando o trabalho de muitos homens e mulheres que, à data, trabalharam para tal resultado.

Falando da evolução que a freguesia adquiriu nos últimos anos, o autarca confirmou que decorridos dezassete anos, a cidade transformou-se de forma significativa, tendo Gandra, uma pequena freguesia do sul do concelho, transformado-se numa urbe com vitalidade e dinamismo.

Referindo-se ao dinamismo económico, Paulo Ranito recordou que Gandra integra, presentemente, no seu tecido urbano a Cooperativa do Ensino Superior Politécnico Universitário, Cespu, que tem funcionado como o motor e instrumento de desenvolvimento da cidade e pólo principal aglutinador de crescimento da freguesia.

O autarca reconheceu que a fixação e consequente crescimento da Cespu potenciou o investimento imobiliário e o surgimento de estabelecimentos comerciais, o fomento da restauração, da hotelaria, pronto-a-vestir, papelarias, comércio de combustíveis, cafés, entre outros negócios.

Paulo Ranito manifestou, também, que a cidade dispõe, hoje, de uma extensão do Centro de Saúde e clínicas da Cespu, uma indústria pujante, assim como equipamentos e atividade social e cultural.

O presidente da Junta de Freguesia recordou, por outro lado, que a instalação do ensino superior em Gandra veio potenciar os espaços de animação e de lazer que existem atualmente ao dispor da população.

No domínio do desporto, Paulo Ranito dispõe de associações e coletividades que têm também contribuído para  potenciar o desporto e diversificar a oferta cultural.

Confrontado com as principais debilidades da freguesia, Paulo Ranito assumiu que a rede de saneamento continua a ser um problema para muitos munícipes, mas que deverá ficar resolvido com a assunção por parte da Câmara de Paredes que vai avançar com o saneamento no sul do concelho.

Fotografia: Junta de Freguesia de Gandra

Já sobre os projetos que gostava de ver implementados a curto/médio prazo, o autarca destacou que está prevista a construção de uma praça junto às antigas instalações do campo de futebol, um espaço devidamente ajardinado, com parque de merendas e condições para os habitantes da freguesia usufruírem desse mesmo equipamento.

Paulo Ranito apontou, ainda, como prioridade, a construção de infraestruturas de lazer junto ao atual campo de futebol do Aliança de Gandra, estando prevista a construção de um outro campo e de uma piscina ao ar livre.

“Estamos  a falar de intervenções que vão conferir uma nova centralidade à cidade”, afirmou, salientando que Gandra tem uma população fixa de cerca de nove mil habitantes, sendo que a população urbana sofre uma flutuação variável diária.