Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa aprovou voto de pesar por Edgar Pinto da Silva

A Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa aprovou, por unanimidade, na sua sexta sessão ordinária, de 30 de junho de 2020, um voto de pesar pelo falecimento Edgar Pinto da Silva, membro deste órgão, eleito pela Assembleia Municipal de Felgueiras, no período correspondente ao mandato autárquico de 2017-2021.

Segundo  a Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa,  Edgar Pinto da Silva era membro da Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, tendo nascido em 20 de junho de 1955, no seio de uma família humilde na distante aldeia de Provesende, do concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real.

Concluiu o curso de Professor Primário, e iniciou o seu magistério em vários locais de Portugal Continental e Insular, tendo-se fixado, definitivamente com a sua família, no concelho de Felgueiras, “que cognominava, com muito orgulho e honra, sua Terra adotiva e afetiva”.

Edgar Pinto da Silva “ensinou centenas e centenas de alunos, todos o recordando com respeito, saudade, admiração e uma incomensurável estima. Dedicou-se à terra que o acolheu, Felgueiras, território do Tâmega e Sousa, de todos nós, como um dos seus filhos, como pode ser constado, através do rol imenso de amigos que fez e tinha, através da devoção generosa, gratuita e de grande empenho, como foi o que dedicou a várias Entidades e Associações Solidárias e Humanistas de que fez parte, como é o caso, entre outras, da CERCIFEL, da Santa Casa da Misericórdia”.

De acordo com a CIM Tâmega e Sousa, “o Prof. Edgar, como era conhecido, para além do exercício do “seu ministério” foi ainda subdelegado escolar do concelho de Felgueiras e elemento da Direção do Agrupamento de Escolas D. Manuel Faria e Sousa de Felgueiras, onde granjeou entre todos os colegas respeito e amizade”.  

“Dedicado à terra que o acolheu, disponibilizou-se para a servir como autarca, tendo sido vereador, e vice-presidente da câmara municipal, no mandato de 1998 a 2001, e membro das assembleias-gerais dos municípios do Vale do Sousa e outras deste território”, lê-se na nota que nos foi enviada.

Presentemente era membro da Assembleia Municipal de Felgueiras, exercendo o cargo de 1.º Secretário da mesa nessa Assembleia, e membro efetivo desta Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, vulgarmente designada por CIM do Tâmega e Sousa.

“Homem simples, generoso, respeitador e respeitado, afável, conselheiro, amigo, companheiro sempre disponível para lutar pelas suas convicções e homem de causas, era dotado de uma integridade e seriedade de que Felgueiras deve orgulhar-se, e reservar-lhe um lugar destaque nos anais da já tão longa história autárquica, bem como este território que todos nós aqui orgulhosamente representamos. O Prof. Edgar, membro desta Assembleia Intermunicipal, faleceu, inesperadamente, no dia 28 de maio, lá longe, na sua aldeia, onde sempre pensou estar resguardado, face às suas debilidades de saúde protegendo-se da pandemia que pôs o nosso mundo em alvoroço, sem nos avisar e, curiosamente, quando se preparava para regressar à “sua Felgueiras” e a este território, para continuar a sua disponibilidade servindo, e ajudando a concretizar, os sonhos de todos os “TâmegaSousenses”, refere o comunicado da CIM Tâmega e Sousa.