Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Pedro Siza Vieira abre ciclo de debates da candidatura de Pizarro à Federação do PS/Porto

Fotografia: Continuar Unidos – Pelas Vitórias do PS

 A candidatura de Manuel Pizarro à Federação Distrital do Porto do PS promove, já a partir deste sábado, 27 de junho, um conjunto de debates para projetar o futuro do distrito depois da Covid-19.

Pedro Siza Vieira, ministro da Economia, abre o ciclo de debates da candidatura de Pizarro à Federação do PS/Porto.

Segundo a candidatura do atual presidente da Federação do PS Porto e recandidato à Comissão Política Concelhia da estrutura distrital, o objetivo desta iniciativa é reunir contributos para apresentar uma adenda à moção de orientação política submetida anteriormente.

Considerando o contexto da atual pandemia e os efeitos que dela decorrem, aos quais nenhuma parte do mundo é alheia, a candidatura “Continuar Unidos pelas Vitórias do PS” considerou que não poderia dar por concluída a campanha sem refletir, com todos os militantes e simpatizantes interessados, sobre os impactos desta crise no distrito do Porto.

A candidatura desenhou, por isso, o ciclo de debates online “O Futuro depois da pandemia”, que decorrerá, em direto, na página facebook.com/pelasvitoriasdops, pelas 18h30 dos dias 27 e 29 de junho, e pelas 21h30 dos dias 01 e 03 de julho.

Organizado em torno de quatro grandes temas – a Economia, o Trabalho, a Saúde e o Setor Social – os debates vão contar com importantes nomes em cada uma das áreas.

Além da presença já confirmada de Pedro Siza Vieira, ministro da Economia, o  ciclo de debates contará com Luís Miguel Ribeiro, presidente da Associação Empresarial de Portugal; Luís Pedro Martins, presidente da Entidade de Turismo do Porto e Norte;  Mário Mourão, presidente do Sindicato dos Bancários do Norte.

A iniciativa integra, também, nomes como Carla Vale, delegada Regional do IEFP; Fernando Araújo; presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário de São João; Henrique de Barros, presidente do Conselho Nacional da Saúde; Padre Lino Maia, presidente da Confederação das Instituições Particulares de Solidariedade Social (CNIS); e Fernanda Rodrigues, assistente social e professora universitária.

Com a iniciativa, a candidatura pretende pensar, construir e recolher contributos políticos que concorram para a mitigação dos efeitos da crise no distrito do Porto, vertendo-os, depois, numa adenda à moção de orientação política.

Recorde-se que, no passado mês de março, a quatro dias do ato eleitoral, a campanha para as eleições federativas do Partido Socialista teve que ser suspensa, em resultado da pandemia pela Covid-19. As eleições foram agora remarcadas, por decisão dos órgãos nacionais.

“Manuel Pizarro retomou a campanha, tendo reajustado inúmeras das iniciativas, de forma a garantir, não apenas que cumprem todas as normas e recomendações da Direção-Geral da Saúde em matéria de prevenção do risco de exposição à Covid-19, como também respondem aos desafios políticos deixados pela pandemia”, lê-se na nota que nos foi enviada que informa que “Com o mote “Continuar Unidos Pelas Vitórias do PS”, Manuel Pizarro apresenta, assim, mais uma importante iniciativa política da sua candidatura, que se junta às 18 reuniões que, desde o final de janeiro, vinha a promover em todos os concelhos do distrito para apresentar e debater o projeto político com o qual se candidata a um terceiro mandato na liderança da Federação Distrital do Porto do PS”.

O comunicado refere, ainda, que “Manuel Pizarro cumpriu integralmente os programas com os quais foi eleito, em 2016 e 2018, para esta estrutura federativa. Ao nível autárquico, garantiu a conquista para o PS de 11 das 18 câmaras municipais, tornando-se também o partido maioritário nas juntas de freguesia. Com isso, o socialista recuperou para o PS, ao fim de 20 anos, a liderança da Área Metropolitana do Porto. Nas europeias assegurou que o distrito mantinha a representação de dois deputados no Parlamento Europeu e, nas legislativas, somou mais três deputados ao resultado obtido em 2015, garantindo assim a eleição de 17 deputados. Manuel Pizarro conta com o apoio de importantes dirigentes das diferentes estruturas do Partido Socialista no distrito, que se juntam aos mais de mil militantes que propuseram a sua nova candidatura”.