Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

José Manuel Ribeiro questiona condições de segurança na secção de voto de Penafiel

O candidato à Federação Distrital do PS/Porto, José Manuel Ribeiro, pediu, esta sexta-feira, à Direção-Geral de Saúde que garanta as condições de segurança na secção de Penafiel nas eleições para a Comissão Política Concelhia da estrutura federativa, agendadas para o dia 18 de junho.

A solicitação do candidato é fundamentada  no facto da secção de voto de Penafiel contar com mais de 650 inscritos e manter o mínimo de quatro horas para os militantes poderem exercer o seu direito de voto.

Além do limite temporal de quatro horas, torna-se “impossível” o candidato, em declarações à Lusa, afirmou ser difícil cumprir com as orientações emanadas quer do partido assim como implementar as regras e diretrizes estabelecidas pela autoridade nacional de saúde, havendo o risco de uma elevada “concentração de pessoas”.

José Manuel  Ribeiro avançou, também, que  existem mais duas secções de  voto no concelho, em Rio Mau e Paço de Sousa,  sendo que nestes dois locais o horário para os militantes do partido exercerem o seu direito de voto é de oito horas.

“O PS Penafiel assegura que a organização do processo eleitoral em Penafiel foi tratada com todo o cuidado”

Em comunicado enviado aos órgãos de comunicação social , o PS Penafiel numa nota com a designação “Organização das eleições internas para os Órgãos Federativos”, assegurou  que organização do processo eleitoral em Penafiel foi tratada com todo o cuidado, garantindo que foi designado um novo local para realização do ato eleitoral, Centro Escolar de Penafiel,

“O PS Penafiel assegura que a organização do processo eleitoral em Penafiel foi tratada com todo o cuidado, respeitando com rigor as normas de proteção da saúde emanadas da Direção-Geral de Saúde. Para tal foi designado um novo local para realização do ato eleitoral, Centro Escolar de Penafiel, que garante condições de distanciamento físico entre todos os que queiram participar”, lê-se na nota enviada aos órgãos de comunicação social.

O PS informou, no mesmo comunicado, que ao mesmo tempo, “obtida a autorização da Comissão Organizadora do Congresso, o caderno eleitoral foi divido em dois, fazendo com que a cada mesa correspondam cerca de 300 eleitores potenciais”.

“O PS Penafiel proibiu a realização de um almoço de apoiantes da candidatura do José Manuel Ribeiro para o mesmo local e dia onde irá decorrer o ato eleitoral”

O PS Penafiel esclareceu, também, que será fornecida “máscara a todos os militantes que compareçam sem ela e estará disponível líquido para desinfeção das mãos, acusando a candidatura de José Manuel Ribeiro de “ignorância” sobre os procedimentos adotados”.

“Todo este plano foi adequadamente escrutinado e aprovado. Também pelas mesmas razões e para evitar a concentração de pessoas, o PS Penafiel proibiu a realização de um almoço de apoiantes da candidatura do José Manuel Ribeiro para o mesmo local e dia onde irá decorrer o ato eleitoral. Não conseguimos assim compreender as críticas do candidato José Manuel Ribeiro, que só podem resultar de ignorância sobre os procedimentos adotados, visto que em nenhum momento o PS Penafiel foi contactado pelo candidato para obter esclarecimentos”, referiu o PS Penafiel.

“É completamente falso que a candidatura de José Manuel Ribeiro à presidência da Federação Distrital do PS Porto, tenha reservado oficialmente qualquer espaço para um alegado almoço de apoiantes no dia 18 de Julho, em Penafiel, pelo que os atuais dirigentes do PS Penafiel não proibiram o que nunca existiu”

Já depois do comunicado da Concelhia do PS Penafiel, a candidatura de José Manuel Ribeiro à presidência da Federação Distrital do PS Porto, em comunicado de imprensa declarou que o “PS Penafiel não fala a verdade e quer condicionar pelo medo a participação em ato eleitoral”.

“É completamente falso que a candidatura de José Manuel Ribeiro à presidência da Federação Distrital do PS Porto, tenha reservado oficialmente qualquer espaço para um alegado almoço de apoiantes no dia 18 de Julho, em Penafiel, pelo que os atuais dirigentes do PS Penafiel não proibiram o que nunca existiu. É condenável que os atuais dirigentes do PS Penafiel em vez de responderem à questão de fundo sobre o tratamento desigual em relação ao horário de votação, onde a maior secção  do Concelho (a Secção de Penafiel), que conta com cerca de  650 votantes tem apenas 4 horas para votar, não respeitando desta forma as recomendações das entidades oficiais, ao invés das secções de Rio Mau e Paço de Sousa onde podem votar apenas metade e um terço dos militantes e o horário é de 8 horas”, atestou a candidatura de José Manuel Ribeiro que manifestou que os “dirigentes do PS Penafiel terão que assumir todas as responsabilidades em caso de eventuais contágios de militantes”.

“Os dirigentes do PS Penafiel terão que assumir todas as responsabilidades em caso de eventuais contágios de militantes, pois revelam que estão mais preocupados em condicionar pelo medo o direito de voto, e dessa forma subliminar afastarem as pessoas da participação num ato eleitoral que deveria ser tranquilo e em total segurança. Mais lamentável ainda é que alguns dos principais dirigentes do PS local  ocupam cargos de elevada responsabilidade na área da saúde no concelho de Penafiel”, lê-se no comunicado da candidatura de José Manuel Ribeiro à Presidência da Federação Distrital do PS Porto que nos foi enviado.