Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Presidente da Câmara de Cinfães diz que situação em lar da Misericórdia mantém-se estável

O presidente da Câmara de Cinfães, Armando Mourisco, revelou, esta sexta-feira, ao Novum Canal, que situação na Misericórdia se mantém estável, não  existindo mais casos positivos que os 57 reportados pela autarquia nas últimas comunicações, sendo que 34 são utentes e 23 funcionários.

Armando Mourisco confirmou que de ontem para hoje não houve um aumento de casos e os doentes que testaram positivo estão estáveis.  

O chefe do executivo declarou que foram acionadas todas as medidas no sentido de minimizar a situação a quebrar a corrente de transmissão, confirmando, por outro lado, desconhecer qual a origem do foco.

“O foco primário é para já desconhecido”, disse, sustentando que os doentes da instituição positivos e os utentes negativos encontram-se separados em lares diferentes, sem contacto entre eles.

Armando Mourisco declarou, também, que foi realizada limpeza e desinfeção das instalações e no total foram testadas 159 pessoas, aguardando-se os resultados de 37 pessoas, utentes da instituição em Serviço de Apoio Domiciliário.

O presidente da Câmara de Cinfães recordou, também, que todos os casos positivos foram devidamente contactados e informados pela autoridade de saúde e os funcionários tiveram indicação de isolamento e os seus contactos próximos, nomeadamente os familiares, indicação para isolamento profilático.

“Como forma de evitar contágio os utentes positivos encontram-se separados, em espaço diferente, dos não positivos”, expressou, salientando que das seis instituições que existem no concelho nenhuma recebe quaisquer visitas.

Armando Mourisco relevou, também, a articulação que tem existido nestes últimos dias, entre os vários agentes e atores que no terreno têm tentado, por todas as vias, minimizar os efeitos de um vírus que considerou “um inimigo invisível”.

“A Proteção Civil Municipal, a Autoridade de Saúde e a Santa Casa da Misericórdia mantém um acompanhamento rigoroso e permanente, de forma a garantir o máximo bem-estar e as melhores condições de saúde dos utentes e funcionários”, confirmou.