Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Bombeiro de Entre-os-Rios agredido em serviço no Porto

Um bombeiro da corporação de Entre-os-Rios foi agredido, esta segunda-feira, no Porto, quando se encontra-a em serviço.

Segundo o comandante dos Bombeiros de Entre-os-Rios, Marco Ferreira, a agressão ocorreu na Alameda do Dragão no Porto, próximo do Centro de Paralisia do Porto, (Mercado Abastecedor, Antas) , ao final da tarde, na sequência de um acidente rodoviário.

De acordo com a mesma fonte, após uma viatura ter embatido na traseira da ambulância de transportes de doentes não urgentes dos Bombeiros de Entre-os-Rios, o bombeiro da corporação de Entre-os-Rios saiu da viatura e foi já quando o elemento da corporação se preparava para acionar o 112, conforme estipulam os regulamentos, que ocorreu a agressão.  

Segundo o  comandante dos Bombeiros de Entre-os-Rios, no momento em que o bombeiro ferido se preparava para o 112 para pedir ajuda à PSP local, chegou uma outra viatura com apenas o condutor, tendo  o bombeiro sido atacado com o chamado “mata leão”.  O soldado da paz manietado e em dificuldade tentou libertar-se, mordeu o braço do agressor e este atirou-o ao chão, tendo sido atingido por segundo agressor que lhe desferiu vários pontapés na face.

Mário Ferreira esclareceu que, entretanto, o jovem bombeiro agredido foi socorrido pelos Bombeiros da Areosa que chegaram ao local, tendo ao agressores fugido do local.

O bombeiro acabou por ser transportado pelos Bombeiros Voluntários do Porto para o Hospital de São João, tendo sofrido vários hematomas e observado no serviço de cirurgia e de otorrino, tendo recebido alta hospitalar mais tarde.

O Novum Canal sabe que o soldado da paz agredido tinha sido operado ao nariz há pouco tempo.

Sobre a agressão, Marco Ferreira realçou que este foi um ato bárbaro, não encontrando explicações para o sucedido.

“Não há explicações para descrever o que se passou. É inadmissível”, frisou, sustentando que a PSD divisão de trânsito esteve no local e tomou conta do sinistro, tendo sido, mais tarde, apresentada queixa formal pelo bombeiro agredido.

Ainda de acordo com os Bombeiros de Entre-os-Rios existem testemunhas que estavam no local e presenciaram o que sucedeu.