Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Conselho Local de Ação Social considera que a situação em Lousada mantém-se em vigilância

O Conselho Local de Acção Social (CLAS) que esteve reunido, esta quinta-feira, por  videoconferência, num encontro online que contou com a presença do vereador responsável pelo pelouro da saúde da Câmara de Lousada, Nélson Oliveira, considerou que a situação no concelho se mantém sob vigilância.

Na reunião por videoconferência que contou com todos os representantes de instituições públicas e privadas da Rede Social lousadense (IPSS, juntas de freguesia, agrupamentos escolares, bombeiros, GNR, SCML, município, associações de caráter social, entre outras instituições de relevo nesta área), os agentes e atores confirmaram a necessidade dos cidadãos manterem-se cautelosos e não deverem prescindir dos cuidados, nomeadamente de higienização pessoal e distanciamento social.

Neste encontro em que o autarca lousadense solicitou à Autoridade de Saúde Local uma apresentação, esclarecimento e espaço informativo sobre a situação do COVID19 em Lousada, e  sobre o fenómeno desta pandemia que nos abalou desde março,  saiu também a indicação de que apesar dos ligeiros aumentos diários que vão surgindo, é necessário informar que bem mais de metade dos cidadãos lousadenses que foram contagiados, já estão recuperados.

Para o CLAS, o grau de letalidade deste vírus na população de Lousada é dos mais baixos, fator que se explica também pela sua população jovem, quando comparado com outros concelhos do país.

Os elementos que integram o CLAS confirmaram, igualmente, que irão  reforçar a “informação/sensibilização sobre os cuidados a (man)ter nesta nova fase de desconfinamento, mais propriamente nas imediações dos estabelecimentos escolares junto dos jovens alunos e também nos locais com maior afluência de público (comércio e serviços)”.

“Existe total empenho da Autoridade de Saúde para atuar com rapidez sobre qualquer suspeita que venha a surgir, nomeadamente em contexto escolar (situação que foi alvo de particular atenção), empresarial ou dentro de núcleos familiares/habitacionais. Por essa via, não podemos relaxar mas há sinais que são positivos, nomeadamente com o volume de doentes recuperados e nas freguesias mais atingidas desde a primeira hora”, afirmou o responsável  pelo pelouro da saúde que realçou o trabalho que as instituições particulares de solidariedade social centro de saúde, bombeiros, escolas e GNR, a todos os profissionais e aos funcionários do município têm vindo a realizar no sentido de minimizar esta situação e garantir a segurança e o bem-estar de todos os cidadãos.

“Têm sido incansáveis no apoio à população e são responsáveis pelo acompanhamento adequado a centenas de famílias Lousadenses”, expressou.

Refira-se que segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), nas ultimas 24 horas, indica que a região registou seis novos casos positivos, quatro em Lousada e dois no concelho vizinho de Felgueiras.