Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Federação Distrital do PS Porto defende que tem-se expressado de forma clara em relação aos voos da TAP

A Federação Distrital do Porto do PS revelou que tem-se exprimido de forma clara em relação aos voos da TAP, em defesa da região e do país, assegurando que “essa posição foi tomada no dia 4 de maio de 2020, muito antes da divulgação do plano de voos, e imediatamente no dia 26 de maio de 2020, quando esse plano foi conhecido”.

“ A Federação articulou a sua posição com os autarcas socialistas, designadamente no seio da Área Metropolitana do Porto, com o Grupo Parlamentar e com a direção nacional do PS. Esses factos são sobejamente conhecidos e reconhecidos por todos os envolvidos. A Federação não vai alimentar querelas divisionistas dentro do PS, que só contribuem para enfraquecer a nossa posição e a causa do Norte”, lê-se na nota enviada pelo Federação Socialista ao Novum Canal.

A Federação Distrital do Porto do PS  realçou, também, que tem promovido um vasto conjunto de iniciativas em diálogo com as estruturas partidárias, com os autarcas socialistas e com as mais variadas entidades: associações empresariais, universidades, instituições de saúde e de investigação. 

“Ao longo do mês de maio promovemos, até à data, 31 encontros deste tipo, do mais variado âmbito. Estamos profundamente envolvidos na preparação do Plano de Estabilização Económico e Social, que o Governo vai aprovar e que constituirá um passo fundamental no combate à crise. No plano distrital temos insistido na importância do apoio às empresas, com garantia de manutenção de trabalho com condições dignas, e no apoio ao setor social e solidário, essencial para ajudar no combate contra a dificuldades que muitas pessoas e famílias estão a enfrentar. Ao mesmo tempo, é imperioso reforçar um programa de valorização dos serviços públicos, desde logo na educação e na saúde, mas também na mobilidade e no setor digital. Finalmente, é necessário acelerar o investimento público como instrumento para promover o emprego, a economia, a qualidade de vida e a preservação do ambiente”, lê-se na nota que nos foi endereçada.

Já em comunicado datado de 4 de maio de 2020, a Federação do PS Porto tinha revelado que não aceitaria a discriminação da região Norte na operação da TAP e pedia que se encontrasse uma solução que mantenha ou até incremente os níveis de operacionalidade da companhia aérea no serviço que presta à Região Norte.

“Atividade da companhia aérea tem que preservar o interesse nacional e assumir o compromisso de defender a coesão territorial através de uma operação frequente e robusta a partir do Aeroporto do Porto. As últimas notícias relacionadas com a diminuição da operação da TAP a partir do Aeroporto do Porto, no contexto de reativação da economia nacional na sequência da crise causada pela pandemia da COVID-19, motivam preocupação e a necessidade de se encontrar uma solução que mantenha ou até incremente os níveis de operacionalidade da companhia aérea no serviço que presta à Região Norte”, revelou em comunicado.

No mesmo comunicado, a Federação Distrital do Porto  destacou que o Aeroporto do Porto assumiu-se, ao longo dos anos, como uma infraestrutura determinante na ligação a várias cidades da Europa.

“Assim, a diminuição da operação da TAP é discriminatória para com o distrito do Porto e o Norte do país. Ela agrava as discrepâncias entre Lisboa e o Porto na disponibilidade do transporte aéreo e no acesso à atividade de uma companhia que é de bandeira e, que pelo menos em teoria, é nacional, tendo por isso, a obrigação defender o interesse de todo o País. Qualquer cenário de quebra da operação da TAP é ainda mais grave considerando que a sobrevivência da empresa depende agora da ajuda financeira do Estado. Confiamos que o Governo está atento a esta situação e que contribuirá para a alteração da estratégia e para a garantia de uma TAP de Portugal e de todos os Portugueses, sem marginalizações regionais e medidas centralistas de desinvestimento”.

Refira-se que já esta quinta-feira, o presidente da Câmara de Valongo e candidato à Federação Distrital do PS Porto, José Manuel Ribeiro, criticou o “ silêncio ensurdecedor e a falta de iniciativa politica da maior federação do país do PS”, que toca ao dossier TAP e ao plano inicial de retoma de atividades da transportadora para os próximos meses, considerando mesmo que  “Região Norte tem sido afrontada de forma inadmissível e inqualificável pela administração da TAP, que desvaloriza a importância estratégica do Aeroporto do Porto, e afeta dessa forma os interesses socioeconómicos da principal região exportadora do País”.

Recorde-se, também, que a TAP, na sequência das criticas efetuadas por vários autarcas da região, recuou, entretanto, no plano de voos, a partir do Porto, que tinha anteriormente apresentado.