Novum Canal

mobile

tablet

Fotografia: Nélson Oliveira

Vereador de Lousada defende que novo eixo ferroviário pelo Vale do Sousa é viável e uma mais-valia para a região

Partilhar por:

O vereador com o pelouro da Economia da Câmara de Lousada, Nélson Oliveira, declarou ao Novum Canal, que o novo eixo ferroviário pelo Vale do Sousa pode ser uma mais-valia para a região, sendo um projeto viável, elaborado por técnicos responsáveis, numa região tida como bastante populosa e industrializada.

Refira-se que a edição online do “Público” dava conta na sua edição desta terça-feira,  de um estudo que propõe “um novo eixo ferroviário pelo Vale do Sousa e reativação da linha do Tâmega até Amarante”.

O autarca reconheceu que o projeto  não irá ser implementado de um dia para o outro, mas tem de começar a ser pensado.

“Evidentemente que não é de um dia para o outro que se executa uma linha, mas estamos a falar de um projeto plausível, não é nada megalómano, cujo custo seria perfeitamente comportável”, acrescentou, salientando que existem todo um conjunto de trâmites e procedimentos que terão que ser elaborados, nomeadamente, negociações dos terrenos, questões legais e burocráticas que vão demorar  o seu tempo.

O autarca confirmou, também, que a criação deste eixo ferroviário no Vale do Sousa irá contribuir, igualmente, para fomentar um futuro mais sustentável na região do Vale do Sousa.

“A futura ferrovia colocaria Paços de Ferreira a 35 minutos do Porto, Lousada a 43 e Felgueiras a 51. O estudo prevê que a linha seja uma via única eletrificada e se desenvolva ao longo do Vale do Sousa acompanhando o relevo do terreno, o que explica o valor relativamente baixo do investimento”, acrescentou.


Partilhar por:

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS!

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!