Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Penafidelense Ricardo Barros assina pelo São Lourenço do Douro

O Penafidelense Ricardo Barros, ex-Citânia de Sanfins, assinou pela Associação Recreativa e Cultural de S.Lourenço do Douro, tendo a coadjuvá-lo Rúben Silva, como treinador adjunto e Pedro Meireles, como treinador de guarda-redes.

O técnico penafidelense substituirá António Sousa que esteve três épocas ao serviço do emblema do concelho do Marco de Canaveses.

Ao Novum Canal, o técnico admitiu que foi a ambição e a humildade das pessoas que representam formação do Marco que o levaram a assinar pela formação de S. Lourenço do Douro.

“O que me levou assinar pelo S. Lourenço foi a ambição e a humildade das pessoas que representam o clube e os objetivos propostos que me apresentaram, que vão muito ao encontro da minha maneira de ser e estar no futebol”, disse, salientando que conhece bem o plantel e da capacidade da equipa e irá tentar dar continuidade ao trabalho realizado no ano passado.

Falando das metas e dos objetivos, Ricardo Barros assumiu passam por criar uma equipa forte com a ideia e modelo de jogo da sua equipa técnica  e lutar pelos lugares da frente, como tem sido apanágio do clube nos últimos anos.

Questionado sobre as alterações no plantel,  o técnico admitiu ser necessário reforçar a equipa em alguns setores.

“Já saíram alguns jogadores por iniciativa própria e teremos de encher essas vagas com cuidado e com as características que queremos  e quem sabe reforçar alguns setores”, expressou, sustentando que os trabalhos serão iniciados quando existirem condições e autorização das autoridades de saúde.  

“Gostávamos que fosse no inicio de agosto para estarmos prontos em setembro como os anos anteriores, mas sem autorização não começaremos”, avançou, confirmando que a divisão de Honra e a série onde se encontra o São Lourenço do Douro é bastante competitiva, tendo nos últimos anos, cinco a seis equipas a lutar pela subida.

“É uma divisão muito competitiva em que nos últimos anos tem lutado pela subida sempre 5/6 equipas. É uma divisão recheada de bons treinadores  e jogadores e boas estruturas em que tem sido muito equilibrado os resultados entre elas”, afiançou, reconhecendo que esta série conta com um naipe de boas equipas, taticamente bem orientadas e bem estruturadas.

Quanto aos principais candidatos a lutar pelos lugares da frente,  o técnico penafidelense apontou o Eiriz, Nun`Alvares, embora, tenha considerado que há vários conjuntos que se estão a reforçar e poderão lutar por esse objetivo.