Novum Canal – Sempre novum, sempre seu.

Novum Informação – Noticias da região

Projeto «Valongo, Cidade Utópica» junta centenas de jovens online

Num tempo em que urge combater a desinformação e as notícias falsas, em particular em relação à pandemia COVID-19, o projeto «Valongo, Cidade Utópica» promove a sessão online «Se é fake, não pode ser news!», com a participação do jornalista e analista político Carlos Magno, da Vice-Reitora da Universidade do Porto, Fátima Vieira, e do Presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro.

A sessão realiza-se no dia 22 de maio, às 15h00, e conta também com a participação online de centenas de alunos do 8.º ao 10.º ano dos agrupamentos de escolas de Valongo, que poderão enviar as questões durante o decorrer da sessão, por mensagem privada, para a página de Facebook Utopia500 – https://www.facebook.com/utopia500. A sessão de acesso livre para toda a população será transmitida em direto através do canal de YouTube Utopia500 – https://www.youtube.com/channel/UCLb3VX41eoFzFR1c-exKAag/featured.

Na sequência desta sessão e dos materiais disponibilizados na página online «Valongo, Cidade Utópica», o projeto irá promover o «Desafio Cidadania Informada Valongo 2020», um concurso que convida os participantes ao envio de denúncias (com justificação científica ou factual) de notícias falsas sobre a COVID-19 para publicação no mural do website «Valongo, Cidade Utópica» https://www.utopia500.net/.

O Projeto “Valongo, Cidade Utópica” integra-se no Programa Utopia500 e resulta de um protocolo celebrado entre o CETAPS / Faculdade de Letras da Universidade do Porto e a Câmara Municipal de Valongo que tem por objetivo promover a forma de pensar utópica nas escolas do município com vista à construção participada de um futuro sustentável para a região.

Através do Protocolo, o Município beneficia de um conjunto de ações que têm como pano de fundo investigação de qualidade (realizada nas Universidades do Porto e Nova de Lisboa, em estreita colaboração com a comunidade de investigadores filiados na Utopian Studies Society / Europe), exposição internacional, promoção mundial através das redes sociais (assegurada pelo trabalho empenhado de Estagiários Erasmus), exposição nacional (de momento através das redes sociais mas desejavelmente também, a breve prazo, através de parcerias com meios de comunicação social), e ligação estreita à comunidade educativa.