Novum Canal

mobile

tablet

Publicidade

Fotografia: Rebordosa Atlético Clube

Presidente Rebordosa Atlético Clube disponível para continuar à frente dos desígnios do emblema

Partilhar por:

O presidente do Rebordosa Atlético Clube, Joaquim Barbosa, avançou ao Novum Canal que está disponível para continuar à frente dos desígnios da formação paredense, que milita na divisão de Elite, da Associação de Futebol do Porto, Pro-nacional, série 2.

O dirigente esclareceu que na impossibilidade de ser feita uma assembleia eleitoral, devido ao surto sanitário, Covid-19, que tem assolado o país, está disponível para fazer mais um ano ou um mandato de dois anos, caso não surja qualquer candidato ou lista.

Ao Novum Canal, Joaquim Barbosa revelou que apesar do seu mandato terminar no dia 30 de junho, está já a preparar a próxima época, tendo como objetivo continuar a pugnar pela defesa do emblema e continuar a dignificar o legado e as ambições do clube.

Falando da próxima época, Joaquim Barbosa anunciou que tem o treinador já acertado, dispõe igualmente de já uma listagem de jogadores que vão alinhar pelo clube na próxima  temporada, estando a direção a trabalhar no sentido de garantir a contratação de novos reforços.

“O próximo campeonato será seguramente difícil, bastante competitivo, vai contar com 18 equipas, 34 jornadas, mas o Rebordosa Atlético Clube quer honrar os seus pergaminhos, vai lutar jogo a jogo para garantir a melhor classificação, que passa por lutar pelos lugares da frente”, assegurou, recordando que o Rebordosa é um clube bem organizado, devidamente estruturado, que dispõe de excelente condições logísticas, tem trabalho no sentido de garantir as melhores condições aos atletas e associados e uma eventual subida de divisão dependerá sempre da existirem condições para o fazer.

“A prioridade da minha direção foi sempre a de apostar nas infraestruturas. Dispomos de um complexo desportivo ímpar”, atalhou,  sustentando que já esta época que terminou de forma abrupta devido ao surto Covid-19 e subsequente cancelamento do campeonato por indicação do Governo e da Federação Portuguesa de Futebol, o clube se tinha reforçado e em janeiro  foi ao mercado apetrechar o plantel.

“Aconteceu o que aconteceu, mas em condições normais ficaríamos em segundo lugar com possibilidades de disputar a subida”, garantiu, mostrando-se bastante critico relativamente ao modelo e à decisão da Federação Portuguesa de Futebol de subir alguns clubes e descer outros, não conferindo a mesma possibilidade aos clubes que reuniam as condições para disputar o acesso aos playsoffs.

Joaquim Barbosa, nesta questão, considerou mesmo que a verdade desportiva não foi assegurada, tendo os jogadores, os clubes, os dirigentes os principais prejudicados.

O Rebordosa Atlético Clube terminou a época em quarto lugar, com 41 pontos, em igualdade pontual com a Associação Desportiva do Marco 09, quinta classificada.

Joaquim Barbosa é presidente do Rebordosa há 22 anos, esteve cinco anos no clube como atleta, tendo  sido vogal da direção durante vários anos.


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!