Novum Canal

mobile

HOJE

tablet

Publicidade

Hospital de Campanha Porto. está pronto

Hospital de Campanha Porto. está pronto a abrir e a partir de hoje chegam os primeiros doentes infetados

São 320 camas distribuídas por dois pisos do Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota, totalmente apetrechado com todas as condições de conforto, comodidade e segurança para doentes e profissionais de saúde. Há circuitos bem definidos, que separam as “zonas limpas” das “zonas sujas”, áreas lounge, espaço de refeições, balneários, zona de colocação e remoção de EPI’s (equipamentos de proteção individual) e uma farmácia. O Hospital de Campanha Porto. foi erguido em 17 dias e começa a receber os primeiros doentes. Rui Moreira, o secretário de Estado responsável pela coordenação da execução do Estado de Emergência na região Norte, Eduardo Pinheiro, o presidente da Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos, António Araújo, e os presidentes dos Conselhos de Administração dos hospitais de São João e Santo António visitaram esta tarde o Hospital de Campanha Porto., enquanto decorria no interior do Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota uma ação de formação a um grupo de cerca de 30 voluntários, entre médicos, enfermeiros, auxiliares e outros profissionais de saúde.
A unidade hospitalar de retaguarda, bastante ampla e bem dividida por três pisos, tem 27 enfermarias (a maioria delas com seis camas cada), um posto de comando, uma cantina e uma área de descanso, só no piso 0 (da arena propriamente dita). No piso inferior há mais 160 camas, balneários com chuveiros, e no piso 1 zonas de descanso apetrechadas com pequenos eletrodomésticos, como frigoríficos e microondas, um armazém, uma área reservada ao economato e uma farmácia. Em todo o anel, o sistema de climatização assegura uma temperatura ambiente bastante confortável para um pé direito de cerca de 30 metros.
Isto mesmo constatou esta tarde o representante do Governo responsável pela região Norte, que elogiou o resultado de um trabalho conjunto entre a Câmara do Porto, os dois hospitais centrais da cidade e a Secção Regional do Norte da Ordem dos Médicos. “O esforço de combate à pandemia tem de ser feito por todos, aos diversos níveis. Realço aqui o papel da autarquia do Porto, em particular este esforço de retaguarda que é tão importante, em particular aos hospitais de São João e Santo António”, afirmou Eduardo Pinheiro no final da visita, acompanhada pela comunicação social.

Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!