Novum Canal

mobile

HOJE

tablet

Publicidade

Câmara de Valongo implementa novas medidas para reforçar as respostas aos desafios da pandemia Covid-19

Partilhar por:

A Câmara Municipal de Valongo vai avançar com novas medidas de resposta aos desafios da pandemia Covid-19, depois ter reforçado financeiramente vários programas de resposta social já existentes desde a primeira hora.

Até ao momento o valor estimado de todas as medidas, quer as já implementadas quer as novas medidas a implementar, ascende a cerca de um milhão de Euros.

O conjunto das medidas municipais de resposta à COVID-19, já implementadas e a implementar, terá um forte impacto financeiro na Câmara Municipal, e está estimado em cerca de 1 milhão de Euros. Estamos em sintonia com a estratégia assumida pela Área Metropolitana do Porto, adotando medidas complementares às poderosas medidas do Governo central, salvaguardando sempre a capacidade futura da Câmara Municipal poder continuar a ajudar toda a comunidade, designadamente os mais vulneráveis, pois este é o tempo dos mais fortes ajudarem os mais frágeis, o que obriga a uma gestão muito criteriosa dos escassos recursos públicos ”, salienta o Presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro.

Entre as novas medidas excecionais e temporárias até Junho, destacam-se a redução da tarifa da água no 2º escalão (dos 6 aos 15 m3), que passará a custar o mesmo que o 1º escalão  (até aos 5 m3), uma redução de 23% que muito ajudará as famílias num momento em que consomem mais água.

Outra das medidas é a devolução das tarifas fixas de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos, às empresas em lay-off ou encerramento temporário, bem como às IPSS e associações que o requeiram.

A criação de um Banco Municipal de Combate à Desigualdade Digital, através do empréstimo temporário de equipamentos informáticos e de apoio ao acesso à Internet para alunos carenciados, é outra das novidades, e que pretende não deixar nenhum aluno para trás. 

Outra das novas medidas é o alargamento do fornecimento das refeições escolares às crianças do escalão B, bem como passar a prestar esse serviço também aos fins de semana e feriados.

Destaca-se também, o processo já em curso de aumento (66%) do apoio financeiro mensal aos bombeiros de Ermesinde e de Valongo, com retroativos a janeiro, passando as duas corporações a receber mensalmente 10 000 euros, o que representa mais 96 000 euros por ano. 

Outra das novas medidas é a criação de uma linha de apoio financeiro às IPSS do Concelho, que se candidatem.

Entre as várias medidas já no terreno de referir a abertura do Centro de Rastreios COVID-19 em parceria com o Laboratório Germano de Sousa; do Centro de Acolhimento Temporário do concelho com capacidade para 361 camas; da linha telefónica gratuita específica para tratar dos diversos pedidos de apoio, social, psicológico e empresarial; da aquisição contínua de diverso equipamento de proteção individual (máscaras, luvas, fatos, etc.) para o combate à Covid-19, para apoio aos bombeiros, às unidades de saúde do concelho, às freguesias, IPSS e lares. 


Partilhar por:

Receba todas as novidades!

Subscreva a nossa Newsletter

Ajude o Jornalismo Regional

IBAN: PT50 0045 1400 4032 6005 2890 2
Caixa de Crédito Agrícola Mútuo

Obrigado!

Estamos a melhorar por si.
Novum Canal, sempre novum, sempre seu!